19/10/2019 às 11h29min - Atualizada em 19/10/2019 às 11h29min

Senadores reagem a julgamento da prisão em 2ª instância

Estadão Conteúdo.

“Não são apenas corruptos enquadrados pela Lava Jato que se beneficiarão caso o STF altere o entendimento sobre a prisão em segunda instância, na quinta-feira. Condenados por homicídio, tráfico e porte de drogas, estelionato, estupros, entre outros crimes, também serão soltos.”

 

A notícia de que o Supremo deve começar nesta semana a julgar o mérito da prisão em segunda instância causou reação em alguns senadores defensores da Lava Jato. Plínio Valério (PSDB-AM), por exemplo, disse que “tudo gira em torno de Lula”. “Estão procurando uma fórmula para restringir a anulação das condenações da Lava Jato , para não atingir 169 mil presos. Espera-se que a restrição não seja para deixar a patuleia presa, e soltar apenas os tubarões, como Lula e outros poderosos”, disse.

 

Mesmo coro entoado pelo senador Álvaro Dias (Podemos-PR). “Não são apenas corruptos enquadrados pela Lava Jato que se beneficiarão caso o STF altere o entendimento sobre a prisão em segunda instância, na quinta-feira. Condenados por homicídio, tráfico e porte de drogas, estelionato, estupros, entre outros crimes, também serão soltos.”

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »