08/11/2019 às 05h34min - Atualizada em 08/11/2019 às 05h34min

Conselho aprova captação de verba para projeto habitacional

Objetivo do Fundhis é a construção de 77 módulos estruturais

O conselho do Fundo Distrital de Habitação de Interesse Social (Fundhis) se reuniu nesta quinta-feira (7) para discutir a captação dos recursos orçamentários para a execução de 77 módulos embriões a ser construídos em Samambaia.

O colegiado aprovou a captação em decisão conjunta que envolveu o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF), Wellington Luiz, acompanhado de técnicos e assessores, o secretário de Estado e Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), Mateus Oliveira, e sua secretária-adjunta, Giselle Moll, e o secretário de Governo, José Humberto, além do administrador de Samambaia, Gustavo AiresA previsão é que as obras sejam iniciadas na próxima semana. Os módulos embriões visam garantir o direito à moradia em sua mais ampla condição, tendo em vista que o projeto é o ponto de partida para que as famílias em situação de vulnerabilidade possam, posteriormente, dar continuidade à construção da habitação por meio da autoconstrução. Com o devido acompanhamento de técnicos, nos termos da Lei 11.888/08.

A edificação será composta por cozinha, banheiro, sala, quarto e áreas de serviço, com ligações de água, energia, cobertura, vedações e todos os acabamentos. Tudo com o propósito de atender aos cidadãos em condições de vulnerabilidade que estão cadastrados no programa habitacional da Codhab.

“Estou aqui pela minha moradia. A aprovação desse projeto vai trazer mais segurança para a gente, que não tem onde morar. Quando você consegue uma moraria, consegue também uma dignidade. Aconteceu tudo da maneira correta. Me emocionei muito com essa aprovação”, disse a manicure Vastilane Rodrigues, 35 anos, e que vive de favor.

Na ocasião também estiveram presentes representantes da Secretaria de Economia, da Terracap, do Ibram e de líderes de movimentos populares, além de moradores da região.

O secretário José Humberto declarou que “é um esforço muito grande para atender às 77 famílias que serão beneficiadas neste primeiro momento”. “A Codhab existe para fazer bem feito, com qualidade e dar dignidade para todos”, resumiu o gestor.

| Foto: Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF

“O mais importante é a participação, o envolvimento e sintonia, tanto do governo, quanto daqueles que precisam. Estamos fazendo isso com prazer. Eu sou de família simples e nunca esqueci minhas origens, então me sinto na obrigação de ajudar quem mais precisa. Esse é o espírito do nosso governo. O que foi feito aqui hoje é mais uma demonstração de compromisso com a população”, declarou o presidente da Codhab, Wellington Luiz, sublinhando a importância do projeto.

O administrador de Samambaia, Gustavo Aires agradeceu à companhia pela iniciativa e disse que entende “o quão necessário é ter a Codhab perto da população de Samambaia”. “Todos estamos trabalhando em prol de um bem comum. Nos dá energia saber que estamos seguindo o caminho certo”, disse Gustavo.

Fundhis e Habita Brasília

O Fundhis tem o objetivo de centralizar e gerenciar recursos orçamentários e financeiros arrecadados de fontes para a implementação de Programas e Projetos Habitacionais de Interesse Social (aquisição, construção, melhoria, reforma e locação social) promovidos pela Codhab.

Já a política governamental Habita Brasília tem como objetivo realizar o cruzamento de dois eixos de atuação, o Lote Legal e o Projeto Na Medida, que visam fornecer o acompanhamento de profissionais da área de arquitetura e engenharia, por meio da prestação de serviço de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (Athis), para assim prover moradia digna à população.

* Com informações da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »