31/12/2019 às 05h41min - Atualizada em 31/12/2019 às 05h41min

Suíços baleados no RJ foram parar em favela por orientação do GPS

A mulher prestou depoimento à Polícia Civil (PC) após ataque na comunidade de Cidade Alta

O casal de turistas suíços baleado no Rio de Janeiro (RJ) após entrar por engano na comunidade de Cidade Alta foi parar no local orientado pelo GPS do veículo alugado em que estavam. A mulher, Miranda Pia Regazzoni, que foi ferida por estilhaços, prestou depoimento à Polícia Civil (PC) nesta segunda-feira (30/12/2019).

Ela e o marido pretendiam viajar a Paraty para o Réveillon quando saíram da avenida onde estavam para escapar de um engarrafamento e acabaram sendo alvos de uma tentativa de assalto na favela. O caso ocorreu na tarde do último domingo (30/12/2019)

Michele Angelo Galli, empresário, foi acertado no peito e está internado em estado grave. A esposa foi atingida por estilhaços. Depois do ataque, eles tentaram fugir, mas acabaram batendo o carro em uma mureta. Os dois foram socorridos pela PM e levados ao Hospital Getúlio Vargas.

Ainda nesta segunda-feira (30/12/2019), agentes da Polícia Militar (PM) fizeram uma operação na favela para tentar localizar os criminosos. Em seu depoimento, ela disse que pelo menos três homens, que estariam em um carro vermelho, atiraram contra eles, segundo informações do Extra.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »