14/01/2020 às 05h12min - Atualizada em 14/01/2020 às 05h12min

PF filma secretário parlamentar recebendo propina e indo à Câmara

O Estado de S. Paulo divulgou o vídeo de um auxiliar do deputado Wilson Santiago recebendo R$ 50 mil no aeroporto de Brasília

NATHALIA KUHL
METRÓPOLES

 

O secretário parlamentar Israel Nunes de Lima, do gabinete de Wilson Santiago (PTB/PB), foi filmado pela Polícia Federal recebendo propina de R$ 50 mil no aeroporto de Brasília e levando o dinheiro para o Congresso. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O caso faz parte das investigações da Operação “Pés de Barro“, que apura o pagamento de mais de R$ 1,2 milhão em propinas resultantes do superfaturamento das obras da Adutora Capivara, no sertão Paraibano.

De acordo com a matéria, a propina foi entregue em 7 de novembro de 2019. O acerto, no entanto, teria ocorrido entre George Ramalho e Evani Ramalho na noite anterior no estacionamento de uma rede de supermercados.
 

Evani Ramalho é secretária parlamentar de Wilson Santiago, como Israel. Além de arrecadadora e também transportadora da propina, é apontada pela PF como responsável pela gerência operacional e contábil do esquema. George Ramalho é empresário da Construção, Empreendimentos e Comércio, a Coenco, responsável pela construção do sistema adutor. Ele fechou delação premiada com a Polícia Federal.

A defesa do deputado

“Trata-se de um delator que ganhou notoriedade na Paraíba por delatar terceiros para não ser preso. Em nenhum momento o delator apresentou provas de que o Deputado Wilson Santiago teria recebido dinheiro ilícito. Tampouco a Polícia Federal apresentou provas que incriminasse o deputado. A ação controlada, as intercepções telefônicas, telemáticas e ambientais não dizem nada a respeito do deputado, somente ilações e conjecturas. Em momento processual oportuno, a defesa apresentará também as suas provas restabelecendo a verdade real dos fatos”, disse o advogado de Wilson Santiago, Luis Henrique Machado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »