16/02/2020 às 06h39min - Atualizada em 16/02/2020 às 06h39min

Barroso fecha o cerco. Marcola fica ou sai?

O governo federal, por meio da PGR, Ministério da Justiça ou mesmo o próprio Palácio do Planalto, tem prazo até a terça, 18, para prestar esclarecimentos sobre a presença de chefes de uma facção criminosa na Penitenciária Federal de Brasília.

O presídio abriga criminosos como o traficante Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, condenado a 330 anos por diversos crimes.

A decisão é do ministro do STF Luis Roberto Barroso. Ele é o relator de uma ação apresentada pelo governo do Distrito Federal sobre o tema, que tenta obrigar transferência dos presos para outros estados.

A OAB já se manifestou contra a presença deles na capital, por ver riscos às autoridades, como ministros de Estado, parlamentares, ministros de tribunais superiores, além de representações estrangeiras.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »