26/03/2020 às 12h26min - Atualizada em 26/03/2020 às 12h26min

Goiás tem a 1ª morte confirmada por coronavírus no Centro-Oeste

Vítima é uma mulher de 66 anos que morava em Luziânia e já tinha outras doenças. Governador disse que ela esteve em Brasília e pediu que goianos não viagem para a capital do país.

G 1

O Governo de Goiás informou na manhã desta quinta-feira (26) que o estado tem a 1ª morte confirmada por coronavírus. É também o primeiro óbito na região Centro-Oeste. De acordo com o governador Ronaldo Caiado (DEM), a vítima é uma idosa de 66 anos, que morava em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Ela era hipertensa, tinha diabetes, doença pulmonar obstrutiva crônica e teve dengue recentemente.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 8h25 de quinta-feira (26), 2.567 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil, com 61 mortos.

Segundo a TV Anhanguera, a Secretaria de Saúde de Luziânia informou que a idosa que morreu por causa da Covid-19 deu entrada com sintomas em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na terça-feira (24). Foram coletada as amostras para a realização do exame, que testou positivo no dia seguinte.

Ela permaneceu na UPA, em isolamento, mas teve complicações e precisou ser transferida na madrugada desta quinta-feira para o Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, onde morreu.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO), a idosa esteve em Brasília 10 dias antes de apresentar os primeiros sintomas gripais. Em coletiva, o governador pediu aos moradores de Goiás que não sigam para a capital do país.

 

 

Casos em Goiás

 

O número de casos confirmados de coronavírus em Goiás era de 35 até o início da manhã desta quinta-feira, de acordo com boletim da secretaria de Saúde.

As confirmações foram registradas nos municípios de Goiânia (15), Rio Verde (6), Anápolis (3), Aparecida de Goiânia (2), Valparaíso de Goiás (2), Jataí (1), Catalão (1) e Silvânia (1). Três casos confirmados por um laboratório particular ainda aguardam a atualização do local de residência das pessoas.

A SES afirmou que, a partir do boletim de quarta-feira (25), só vai divulgar o número de registros confirmados de Covid-19. Assim, não serão informados mais os casos suspeitos e os que foram descartados, conforme alinhamento de informações com o Ministério da Saúde (MS).

Os registros estão no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Goiás. Ressalta-se que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

Segundo o boletim de terça-feira (24), o último com dados mais generalizados, 220 casos foram descartados e 1.336 aguardavam resultado do exame.
 

Prevenção

 

Após os primeiros casos confirmados, o governo estadual decretou uma série de medidas para conter o avanço da doença, como suspensão de aulas, fechamento de shoppings centers e comércios, além de instituir o trabalho em casa para funcionários públicos.

Coronavírus: como está a situação em Goiás após medidas para conter a pandemia
 

 
Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »