13/05/2020 às 07h46min - Atualizada em 13/05/2020 às 07h46min

“Fim de namoro motivou assassinato de modelo em Manaus”, diz Polícia Civil

Delegada responsável pelo caso diz que o relacionamento teve duração de aproximadamente três meses. Rafael Fernandez segue foragido

Manaus Alerta

 

 

 

A Delegada Adjunta da especializada em homicídios e sequestros (DEHS) Zandra Ribeiro, que está responsável pelo caso da modelo Kimberly Mota, falou com exclusividade para o Portal Manaus Alerta nesta terça-feira (12/05).

 

“O crime foi motivado pelo fim do relacionamento amoroso, Kimberly teria dado um ponto final, mas Rafael, o suposto autor, não teria aceitado de forma amigável e continuava cercando a moça, dizendo que queria ser amigo” comentou a adjunta.

1

Ainda segundo a delegada, no domingo (10/05), Dia das Mães, Rafael teria pegado Kimberly e a levado para seu apartamento em um condomínio no centro de Manaus. Foi lá que o corpo da modelo foi encontrado com três perfurações pelo corpo na madrugada desta terça-feira (12/05).

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego