15/06/2020 às 13h39min - Atualizada em 15/06/2020 às 13h39min

Sara Winter, líder do movimento 300 do Brasil, é presa pela PF

Segundo a defesa da ex- feminista, a prisão foi efetuada por volta das 7h. Ela é alvo do inquérito das fake news

A ativista bolsonarista Sara Winter foi presa temporariamente na manhã desta segunda-feira (15/06). Investigada por ameaças contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, ela está na superintendência da Polícia Federal aguardando a presença dos advogados.

 

Segundo a defesa da ex- feminista, a prisão foi efetuada por volta das 7h. Alvo do inquérito das fake news que corre na Corte, Sara ameaçou a relatoria da ação quando um mandado de busca e apreensão ocorreu, no fim de maio, em sua casa. Desde então, ela entrou na mira da Polícia Federal (PF).

 

Segundo defesa da ativista, ela agiu no “calor da emoção” e, por isso, acabou extrapolando pelas redes sociais.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »