26/06/2020 às 07h15min - Atualizada em 26/06/2020 às 07h15min

Mãe e filha são presas por matar catador que recusou entregar R$ 2 às duas

Crime ocorreu em novembro do ano passado, mas as autoras foram presas apenas nesta quarta-feira (24/6)

Mãe e filha, de 38 e 23 anos, respectivamente, foram presas pela Polícia Civil de Goiás nesta quarta-feira (24/6) por serem as principais suspeitas de agredir e matar um catador de recicláveis em Valparaíso de Goiás. O crime ocorreu em novembro do ano passado, mas apenas nesta semana a Justiça decretou o mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado. 
 
 
De acordo com investigações do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Valparaíso, as autoras moravam no mesmo bairro que a vítima, no Parque Rio Branco. No dia do ocorrido, as duas pediram ao catador um valor de R$ 2, mas a vítima negou alegando que não daria o dinheiro porque sabia que elas comprariam drogas. Ao ouvir a resposta, mãe e filha iniciaram as agressões. 

Foram socos, pontapés e até a bicicleta do catador foi usada para feri-lo. Segundo a polícia, o homem ficou bastante machucado e, com medo de represálias por parte das autoras e seus familiares, demorou a procurar o atendimento médico necessário. Ele veio a óbito no dia 19 de fevereiro deste ano. 

Com o cumprimento da prisão, o inquérito policial deve ser concluído nas próximas semanas e as suspeitas serão indiciadas por homicídio qualificado.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »