23/07/2020 às 21h03min - Atualizada em 23/07/2020 às 21h03min

Pandemia faz GDF prorrogar suspensão de cirurgias eletivas na rede pública

Agora, os procedimentos ficarão em compasso de espera até 9 de agosto. Medida visa desafogar hospitais em plena crise sanitária

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) anunciou, nesta quinta-feira (23/7), que irá prorrogar a suspensão de cirurgias eletivas na rede pública até 9 de agosto. A medida visa desafogar os leitos da rede e reduzir o fluxo nos hospitais em meio à pandemia do novo coronavírus.
 

Além disso, a pasta enfrenta escassez de medicamentos usados na sedação de pacientes. O baixo estoque é resultado da crise provocada pela Covid-19.

A pasta está realizando apenas os procedimentos oncológicos, cardiovasculares e transplantes. Segundo o subsecretário de Atenção Integral à Saúde, Gustavo Bernardes, a prorrogação foi “necessária para garantir o atendimento dos casos graves da Covid-19”.

“Continuamos com muita dificuldade de compra de sedativos e anestésicos, necessários para a intubação dos pacientes que necessitam de suporte ventilatório, enquanto ainda temos um alto número de internações”, afirmou o servidor.

Os pacientes com alguma cirurgia de menor gravidade agendada entre os dias 29 de junho e 9 de agosto, serão remarcados para depois dessa data.
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego