20/08/2020 às 22h05min - Atualizada em 20/08/2020 às 22h05min

Marcelo Ramos, o Narrador do Povão, morre de Covid-19

O radialista estava internado no Hospital Regional da Ceilândia e não resistiu às complicações do novo coronavírus

O radialista Marcelo Machado Ramos, conhecido como Narrador do Povão, morreu nesta quinta-feira (20/8), vítima de Covid-19. Aos 67 anos, o mineiro de Bom Sucesso estava internado no Hospital Regional da Ceilândia desde a última sexta-feira (14/8), mas não resistiu. Ele nasceu em 28 de março de 1953 e deixa esposa, cinco filhos e cinco netos.

Marcelo Ramos começou no rádio no início da década de 1970, em Divinópolis (MG). Em Brasília, ele logo se destacou e ficou marcado por coberturas esportivas e políticas. Seu último trabalho foi a cobertura no Palácio do Buriti, com o programa O Povo e o Poder. Aposentou-se após a morte do filho Marcelo Machado Ramos Junior, em julho em 2018.

Uma das marcas registradas do radialista era o seu gravador de fita, com o adesivo “Marcelo Ramos, o repórter do Povão”.

“Um pai, esposo e amigo maravilhoso. Orgulho para todos nós por sua existência, seu legado, seu trabalho e sua presença em nossas vidas. Um verdadeiro guerreiro do rádio de Brasília e patrimônio da nossa capital”, despediu-se Vicente Ramos, 28 anos, filho de Marcelo.

O enterro ocorrerá em Brasília, mas por conta dos protocolos de segurança, não haverá velório.

Cidadão Honorário de Brasília

Em outubro de 2009, ganhou o título de Cidadão Honorário de Brasília, em cerimônia na Câmara Legislativa do DF. Além disso, ostenta prêmios da profissão como o Troféu Nacional Bola de Ouro.

1

Marcelo Ramos também comemorava o fato de ter entrevistado todos os governadores da história do Distrito Federal.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »