31/08/2020 às 08h17min - Atualizada em 31/08/2020 às 08h17min

Durante a pandemia, Câmara dos Deputados pagou R$ 11,8 milhões em passagens

A maior parte do valor, R$ 4,35 milhões, foi desembolsada em abril. Uma única fatura, por exemplo, custou R$ 458.690,66

A Câmara dos Deputados desembolsou, durante o período da quarentena, pelo menos R$ 11,8 milhões do orçamento da Casa para pagar viagens de servidores e deputados federais. O valor foi apurado pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles, que levou em consideração as despesas registradas como quitadas entre maio e agosto, de acordo com o Portal de Transparência da Casa.

A maior parte do montante, R$ 4,35 milhões, foi desembolsada em abril. Uma única fatura para a GOL, por exemplo, paga no início do quarto mês, custou R$ 458.690,66. Nos meses subsequentes, a cifra diminuiu consideravelmente, somando, em média, R$ 1,2 milhão a cada 30 dias. Em junho, as viagens custaram R$ 789 mil, a menor quantia desde então.

Em agosto, coincidindo com a flexibilização do isolamento e a retomada em maior escala dos voos domésticos, a conta voltou a subir. Já foram 33 faturas pagas – ou seja, R$ 2,3 milhões em deslocamentos de servidores.

 

Parte das contas deste ano, no entanto, é de taxas pendentes de 2019. Uma fatura de pouco mais de meio milhão de reais referente a viagens do último ano só foi paga há duas semanas, onerando o “cofre” de 2020.

 
 
No texto, a assessoria ressaltou que “em face das medidas preventivas adotadas contra a pandemia de Covid 19, a Câmara dos Deputados logrou reduzir em 60% as despesas de passagens aéreas pagas com a Cota para Exercício da Atividade Parlamentar em comparação ao mesmo período de 2019”.
Orçamento

A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020 previu orçamento total de R$ 6.265.128.269,00 para a instituição. Até o momento, 57,87% – quase R$ 3,6 bilhões – já foram desembolsados pela Casa.

Devido ao período de calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19, a Câmara reduziu em R$ 150 milhões as despesas previstas no orçamento da Casa, para que os recursos fossem redirecionados ao combate à doença.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »