15/10/2016 às 06h21min - Atualizada em 15/10/2016 às 06h21min

Wasny de Roure entrega a Liderança do partido

Além da crise nacional, que arranhou a imagem do partido, o PT enfrenta um grave conflito interno no Distrito Federal. A tensão na legenda tornou-se pública com a decisão do distrital Wasny de Roure de deixar a liderança do partido e virou motivo de preocupação para a cúpula da legenda. Wasny abandonou o cargo depois de entrar em conflito com os colegas de bancada, Chico Vigilante e Ricardo Vale, a respeito de alguns projetos. Uma das petistas mais respeitadas do DF, a ex-vice-governadora e ex-distrital Arlete Sampaio criticou a confusão armada dentro do partido. “A bancada ainda não compreendeu a importância de ter posições unitárias. Não há reuniões, debates prévios”, comentou Arlete. Ela criticou Wasny por divulgar posicionamentos como líder, em nome do partido, sem ouvir os colegas previamente. ...

 

Diálogo complicado

 

Apesar do climão, os três petistas devem se reunir semana que vem para escolher o novo líder da sigla. O diálogo não vai ser fácil. “Foi uma confusão criada sem nenhuma necessidade pelo deputado Wasny. Como líder, ele tinha a obrigação de conversar com a bancada”, comenta Chico Vigilante. Ricardo Vale também disparou contra o colega. “Creio que os verdadeiros motivos de ele (Wasny) ter saído da liderança não são esses, mas ainda não descobri quais são”, alfinetou Ricardo.

 

Antes só...

 

Wasny diz que votou contra os projetos do Iprev e do Refis por questões técnicas. Ele garante que não vai voltar atrás na decisão de abandonar a liderança do PT e explica que não fez uma reunião prévia com os colegas para discutir o posicionamento porque o tema já havia sido debatido em uma reunião técnica entre os assessores dos petistas com técnicos da liderança. “Foi desconfortável ficar sozinho. Mas tem aquele ditado que diz ‘melhor sozinho do que mal acompanhado’”, respondeu Wasny. A Executiva Regional divulgou nota ontem em defesa do ex-líder. “O PT presta solidariedade ao deputado Wasny e reafirma a sua posição de oposição incondicional ao governo Rollemberg”, declarou o comando.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego