20/11/2020 às 06h28min - Atualizada em 20/11/2020 às 06h28min

Casal do barulho devolve chaves de mansão invadida no Lago Sul

Ato torna oficial a reintegração de posse determinada na Justiça do DF

Na tarde desta quinta-feira (19/11), Cristiane Machado e Rodrigo Damião, conhecidos como o casal do barulho, devolveram as chaves da mansão situada na QL 18 do Lago Sul, alvo de um imbróglio judicial.

“Hoje, fizemos a reintegração de posse pacificamente. Entramos na casa junto com a oficial de Justiça e mostramos como está sendo entregue. Ela vai fazer uma certidão e protocolar nos autos. O imóvel está sendo entregue em perfeitas condições”, afirmou Rodrigo Damião.

Ricardo Lima Rodrigues da Cunha alega que a mansão foi ocupada de forma irregular e diz ainda que o local lhe pertence e não estava abandonado, conforme alega o casal. Ele é filho e único herdeiro do último proprietário do imóvel, o ex-presidente da Federação Hípica de Brasília Orlando Rodrigues da Cunha Filho, morto em 25 de março de 2014.

Quem estava representando Ricardo na tarde desta quinta era o advogado Rodrigo Melo. “Agora, o Ricardo pode usufruir da forma que ele quiser da propriedade que é da família dele”, disse. “Nosso objetivo era recuperar o imóvel: se ele vai alugar, vender ou ocupar a casa, é de foro íntimo dele”, completou o advogado.

Cristiane e Rodrigo alegaram que a ocupação da casa se deu de forma legal, com contrato firmado após eles virem um anúncio disponível no site OLX. Segundo eles, quem respondia pela locação do espaço seria Leandro Farias. Dizem ainda que fizeram benfeitorias no local assim que o ocuparam. Leandro Farias, por sua vez, nega a versão do casal, e diz que os dois o coagiram a dar essa versão à polícia.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »