20/11/2020 às 06h48min - Atualizada em 20/11/2020 às 06h48min

Acusado de espancar morador de rua até a morte é condenado a 17 anos de prisão

Crime aconteceu na madrugada de 11 de dezembro de 2018, em Taguatinga. Condenado pelo Tribunal do Júri, réu não poderá recorrer da sentença em liberdade

Um homem acusado de espancar e matar uma pessoa em situação de rua, em Taguatinga, foi condenado a 17 anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado, por homicídio duplamente qualificado. A sessão de julgamento ocorreu na terça-feira (17/11), no Tribunal do Júri de Taguatinga.
 

Na madrugada de 11 de dezembro de 2018, Guilherme Krasny Campos de Souza assassinou Eduardo Gomes de Sousa do Nascimento com socos e chutes, segundo o processo. O réu contou com a ajuda de dois adolescentes.

À época do crime, Guilherme alegou que Eduardo teria disparado xingamentos e, por isso, matou a vítima. No entanto, a versão foi desmentida pela adolescente que participou da ação. Ela afirmou que o assassinato não passou de uma "violência gratuita".

Na audiência, os jurados acolheram a tese do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de que o crime teria sido praticado por motivo fútil, pelo fato de a vítima ter xingado Guilherme. Os jurados também concordaram com a acusação de que o delito ocorreu de forma a dificultar a defesa da vítima, devido à quantidade de agressores.

Na sentença, o juiz decidiu condenar o réu pelo assassinato, com dupla qualificadora, e por corrupção de menores. Guilherme não terá direito de recorrer da determinação em liberdade. 

O caso

Responsável pela investigação do crime, à época, a 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro) divulgou um vídeo do momento em que a vítima era espancada violentamente. Eduardo estava em um canto, em frente a um comércio, enrolado em um cobertor. Momentos depois, Guilherme aparece com duas pessoas. Um deles vai até a vítima e a ataca com chutes e murros.

Eduardo fica no chão, e os agressores continuam a espancá-lo. O homem chegou a ser socorrido, com traumatismo craniano, e levado ao hospital da região administrativa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »