16/10/2016 às 11h49min - Atualizada em 16/10/2016 às 11h49min

Celina poderá voltar...

Notibras

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal decide na terça, 18, pedido da defesa da deputada Celina Leão (PPS), para que seja reconsiderada a decisão que afastou a presidente da Câmara Legislativa do cargo.

O desembargador José Divino, relator da Operação Drácon, vai suspender um curto período de férias para colocar o pedido em votação. Anteriormente, a previsão era de que ele ficasse ausente até o dia 11 de novembro.

Se o pedido for acatado, a medida deve ser estendida aos demais membros da Mesa Diretora, afastados liminarmente quando surgiram as denúncias de corrupção com emendas parlamentares para a saúde pública. A única deputada que não volta (em caso de o TJDF recuar) é Liliane Roriz, que renunciou à vice-presidência ao denunciar os colegas de receber propina.

Nos meios políticos a expectativa é a de que o retorno não só de Celina, como de todo o comando da Câmara, seja confirmado na terça-feira. A recondução do grupo será imediata.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego