30/01/2021 às 06h44min - Atualizada em 30/01/2021 às 06h44min

Lavador de carros dá 11 facadas em chefe após ser demitido e é preso no DF

Ao ser abordado pela PMDF com mãos e braços sujos de sangue, ele admitiu o crime

Um lavador de carros que deu 11 facadas na proprietária de um lava a jato logo após ser demitido foi preso pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) nesta sexta-feira (29/1). O caso ocorreu na QN 1 do Riacho Fundo 1.

Testemunhas contaram aos policiais que ouviram a mulher despedindo o funcionário. Ele não gostou da notícia e começou a golpeá-la com uma faca artesanal. Um dos funcionários do lava a jato ainda tentou impedi-lo, mas sem sucesso.

O homem fugiu, mas acabou sendo visto por uma equipe do 28º Batalhão da PM, que patrulhava a região. Ele tinha sangue nas mãos e nos braços. Abordado, confessou que havia matado uma mulher depois de uma briga.

Vítima sobreviveu

A dona do lava jato, de 53 anos, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital de Base: encontra-se estável.

O lavador de carros foi conduzido para a 29ª Delegacia de Polícia (Riacho Fundo) e vai responder por tentativa de homicídio.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego