07/04/2021 às 01h42min - Atualizada em 07/04/2021 às 01h42min

Anderson Torres anuncia Paulo Maiurino na Diretoria-Geral da PF

Para o lugar de Eduardo Aggio, diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ministro da Justiça escolheu o inspetor Silvinei Vasques

O novo ministro da Justiça, delegado Anderson Torres, informou nesta terça-feira (6/4) que vai trocar o comando da Polícia Federal. No lugar do delegado Rolando Alexandre de Souza ficará Paulo Maiurino. Torres teve aval do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para fazer a troca.

No lugar de Eduardo Aggio, diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Torres escolheu o inspetor Silvinei Vasques.

Torres tomou posse como ministro da Justiça nesta terça, no lugar André Mendonça. Na ocasião, Bolsonaro deu aval para que Anderson Torres promovesse as mudanças.

Bolsonaro comentou brevemente a troca durante a cerimônia de posse de Anderson. “Eu quero te agradecer, Anderson, por ter aceitado o convite, que realmente é um desafio. Não é fácil e não é um ministério complicado, mas é um ministério que tem muita responsabilidade. Abaixo de você ali, diretamente subordinado entre outras, [está] a sua própria Polícia Federal”, destacou.
Crise

Em meio à crise decorrente da exoneração do então diretor Maurício Valeixo, Rolando de Souza assumiu a chefia da PF em maio de 2020. Ele foi indicado por Alexandre Ramagem, impedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de assumir o cargo.

A demissão culminou na saída do então ministro da Justiça Sergio Moro – que alegou, à época, que a troca seria uma tentativa do presidente Bolsonaro de interferir politicamente na corporação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego