10/05/2021 às 07h58min - Atualizada em 10/05/2021 às 07h58min

Vacina contra influenza previne formas mais graves da doença

Primeira fase da campanha vai até a próxima segunda-feira (10) e cobertura segue baixa

A Secretaria de Saúde reforça a importância da vacinação contra o vírus influenza, pois é a forma mais eficaz para prevenir a manifestação mais grave da doença. A primeira fase da campanha de vacinação começou no DF no dia 12 de abril e segue até a próxima segunda-feira, 10. As coberturas seguem baixas, por isso a pasta reforça a necessidade de os integrantes do primeiro grupo procurarem as salas de vacinação para receber o imunizante.

O público-alvo da fase inicial é estimado em 391.783 pessoas. No DF, até o último dia 30 foram vacinadas 113.574.
 

Veja o calendário e confira quem já pode se imunizar:

Com a chegada do clima mais frio, o número de pessoas com problemas respiratórios historicamente cresce. O vírus causador da gripe pode causar inflamação nos pulmões (pneumonite viral) e o desenvolvimento de outras pneumonias, provocadas por bactérias.

As complicações mais comuns são:
– Pneumonia bacteriana
– Sinusite
– Otite
– Desidratação
– Piora de doenças crônicas como insuficiência cardíaca, asma ou diabetes

Veja a cobertura vacinal da campanha:

O grupo das puérperas é o que está com a maior cobertura vacinal: 31,8%. Em seguida, vem o grupo das crianças, com 30,6% e das gestantes, com 30,4%.

Doenças respiratórias

Foram registrados, até o dia 1º de maio, 10.228 casos positivos para vírus respiratórios, incluindo o novo coronavírus, que também é um vírus respiratório. Houve predominância dos casos de covid-19, o que representa 79,8% do total de infecções respiratórias no DF. Até o momento, não houve registro de casos de infecção pelo vírus influenza. Por isso, é importante que aqueles que estão no grupo prioritário procurem a sala de vacina mais próxima o quanto antes.

 

“Em um cenário de saturação dos serviços de saúde, em razão do aumento no número de casos de covid-19, a vacinação contra influenza assume particular relevância para proteger populações vulneráveis em risco de desenvolver formas graves da doença e reduzir o impacto das complicações respiratórias atribuídas à influenza na população, aliviando a sobrecarga no sistema de saúde durante a pandemia pela covid-19″, explica a enfermeira da Área Técnica de Imunização, Fernanda Ledes.

A Secretaria de Saúde destaca que cem salas de vacina estão abertas para receber a população de segunda a sexta-feira de 8h às 17h.

*Com informações da Secretaria de Saúde


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego