02/08/2021 às 15h41min - Atualizada em 02/08/2021 às 15h41min

Bolsonaro diz que Lula “vendeu até a mãe” para continuar no poder

Em conversa com apoiadores, presidente também acusou o ministro Barroso de ajudar a soltar o petista para colocá-lo de volta na Presidência

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alfinetou, na manhã desta segunda-feira (2/8), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) dizendo que o “petista vendeu até a mãe para ficar no poder”.
 
 
“Querem dar a direção ao Brasil para um corrupto, cachaceiro, que arrebentou as estatais, loteava tudo aqui e vendeu até a mãe para ficar no poder, aparelhou tudo… Querem fazer igual a Argentina? As consequência vêm aí”, disse Bolsonaro.
 
O mandatário ainda acusou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE ) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, de ajudar a soltar o ex-presidente para colocá-lo no poder novamente.
 
 “O Barroso ajuda a botar o cara pra fora da cadeira e o torna elegível e o Barroso vai contar os votos dele lá, quais as consequências disso? Se as eleições tiverem problema, dizem ‘recorra à Justiça’. Qual Justiça? O Supremo, que colocou o Lula para fora e o tornou elegível?”, argumentou Bolsonaro na conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada.
 
O mandatário da República também afirmou que Barroso “se acha o máximo”, mas sua atuação tem limites. “Entre outras coisas, ele [Barroso] defende o aborto, a liberação de drogas, ele defende um montão de coisa que não presta. Ele se acha o máximo. Agora, ele tem os limites dele, eu tenho os meus e ele tem os deles. E ele tá abusando não é de hoje”, disse a apoiadores.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego