28/04/2017 às 18h16min - Atualizada em 28/04/2017 às 18h16min

A PF não está em greve e faz buscas no escritório de advogado ligado a Renan Calheiros

No total, são cumpridos 10 mandados, todos de busca e apreensão. A segunda fase da operação Satélites foi desencadeada. O STF autorizou.

Diário do Poder
 
 

Policiais federais cumprem mandados referentes à Operação Satélites, na manhça desta sexta-feira (28). O alvo principal é o advogado Bruno Mendes, ligado ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Os agentes fizeram busca e apreensão no escritório do advogado.

 

Esta é mais uma fase da Operação Satélites, autorizada pelo ministro Edson Fachin, ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). No total, são cumpridos 10 mandados, todos de busca e apreensão.

 

A operação teve a primeira fase deflagrada em março deste ano. O nome é referente aos alvos, que são pessoas próximas de políticos investigados na Lava Jato. Na primeira fase, foram alvos de mandados pessoas ligadas aos senadores Humberto Costa (PT-PE), Valdir Raupp (PMDB-RO) e Eunício Oliveira (PMDB-CE), presidente da Casa.

 

 

Policiais federais cumprem mandados referentes à Operação Satélites, na manhça desta sexta-feira (28). O alvo principal é o advogado Bruno Mendes, ligado ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Os agentes fizeram busca e apreensão no escritório do advogado.

 

Esta é mais uma fase da Operação Satélites, autorizada pelo ministro Edson Fachin, ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). No total, são cumpridos 10 mandados, todos de busca e apreensão.

 

A operação teve a primeira fase deflagrada em março deste ano. O nome é referente aos alvos, que são pessoas próximas de políticos investigados na Lava Jato. Na primeira fase, foram alvos de mandados pessoas ligadas aos senadores Humberto Costa (PT-PE), Valdir Raupp (PMDB-RO) e Eunício Oliveira (PMDB-CE), presidente da Casa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego