24/10/2016 às 12h58min - Atualizada em 24/10/2016 às 12h58min

Delator entrega Renan Calheiros, Polícia Federal saí atrás dele.

23 de outubro de 2016 Redação Viva Notícia
A Revista ÉPOCA teve acesso a depoimentos sigilosos de Felipe Parente, homem da mala do PMDB, que detalhou como foram feitos pagamentos de propina de empreiteiras ao presidente do Senado. Valores atualizados atingem 11 milhões.
“O conteúdo fornece a prova mais robusta até agora contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Os detalhes revelados pelo delator impressionam.
O depoimento de Parente é peça-chave na estrutura narrativa que a PGR monta para caracterizar o envolvimento de Renan com o petrolão. Com a prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, percebeu-se a força da metodologia da PGR. Na fundamentação de sua decisão, o juiz Sergio Moro elencou uma dúzia de casos e resultados de investigações que foram conduzidas pela equipe que despacha com o procurador Rodrigo Janot.”
Hije, 23 acontece também um movimento contra a tal da medida proposta por Renan, que limita a ação das autoridades, em resumo, Calheiros chama de “abuso de autoridade” o que Moro tem feito no país usando a Lava Jato, a malandragem está em criar um mecanismo que este políticos não seja mais investigados e assim poderem roubar a vontade, esta é que é a grande verdade
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego