25/10/2016 às 12h10min - Atualizada em 25/10/2016 às 12h10min

NOTA À IMPRENSA - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL

DPF
Em decorrência dos recentes fatos noticiados pelos órgãos de imprensa, envolvendo situações relativas à segurança das pessoas que trafegam pela Ponte Internacional da Amizade, a Polícia Federal em Foz do Iguaçu esclarece:
A segurança dos transeuntes, veículos particulares, taxis, vans, entre outros, é de responsabilidade conjunta entre todas as instituições de segurança presentes na zona primária, região aduaneira e entorno, a saber; Policia Federal, Policia Rodoviária Federal, Policia Militar, Policia Civil e Guarda Municipal de Foz do Iguaçu.
A PF possui efetivo localinsuficiente para atendercompletamente as demandas de segurança da região da Ponte da Amizade. Atualmente a PF tem presença 24 horas na PIA com referência a sua atuação nas atribuições de migração. Quanto às atividades de polícia preventiva/ostensiva e na repressão à crimes de contrabando, tráfico de pessoas, drogas e armas a atuação é restrita a alguns horários aleatoriamente selecionados diariamente.
Destaque-se que desde março de 2016 a PF mantém base operacional no Rio Paraná, logo abaixo da Ponte da Amizade, denominada “Base PF do Beira Foz”. A intenção é fazer cessar a passagem de contrabandos diversos na faixa do Rio Paraná que vai da barragem da represa de Itaipu até o marco das três fronteiras.
A fim de melhorar a segurança do local, uma das fronteiras mais movimentadas do Brasil, houve novo pedido de apoio da Força Nacional de Segurança Pública, por um período inicial de 180 dias, de forma a permitir que o policiamento ostensivo sobre a ponte da amizade ocorra de forma ininterrupta, inclusive tendo em conta o aumento de movimento previsto para o período do final de ano e férias escolares.
Paralelamente a isso, a Polícia Federal juntamente com todos os demais órgãos de segurança pública, Receita Federal, Forças Armadas e com o apoio da Itaipu, CODEFOZ e CODELESTE, inclusive autoridades do Paraguai, providenciou o projeto executivo de segurança e inteligência da PIA.  Trata-se de um dos maiores projetos localizados de monitoramento por câmeras do Brasil, envolvendo alta tecnologia, capaz de identificar pessoas e veículos através de caracterização facial, vestuário, movimento, placas, cores, entre outros quesitos.
O projeto será encaminhado ainda neste mês para análise por parte da cúpula da Polícia Federal e Ministério da Justiça e Cidadania. Já está em processo de confecção projeto similar para a Ponte com a Argentina.
Caso obtido financiamento para o projeto de segurança, serão mais de 130 câmeras entre térmicas, auto analíticas com zoom 30 +, câmeras rastreadoras, além de softwares de última geração, incluindo toda a ponte da amizade e as duas aduanas do Brasil e Paraguai
Assim, a Polícia Federal reafirma seu compromisso com a segurança pública, destacando que a solução de segurança para a PIA passa necessariamente pelo incremento de efetivos policiais, mas também pela atualização das tecnologias de segurança e análise daquele movimentado ponto de fronteira, bem como pela integração cada vez maior entre os órgãos de segurança, fiscalização e de defesa.
 
 
Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR
dpf.cs.fig.srpr@dpf.gov.br
Telefone: 45- 3576-5515
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego