02/01/2018 às 13h52min - Atualizada em 02/01/2018 às 13h52min

Sampaio: “Alírio desrespeitou a Justiça e o MP”

Campeão de tiro ao alvo

O chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, criticou a declaração do presidente do PTB/DF, Alírio Neto, sobre a relação do governador Rodrigo Rollemberg com o Judiciário e o Ministério Público, publicada na coluna. “ É grave e desrespeitosa ao poder judiciário e ao MP a leviana afirmação de Alírio Neto de que o governador se jacta de supostamente controlar esses órgãos”, disse. “O governador não faz isso! Filho de ministro de tribunal superior, desde criança ele aprendeu a respeitar o poder Judiciário. Quem o conhece sabe que o temperamento e o comportamento dele afastam qualquer possibilidade de qualquer tipo de interferência. Lamentável que, no afã de ganhar espaços na mídia, alguns opositores inventam histórias como esta”, rebateu Sampaio

Mais uma semana no paraíso e a volta ao batente

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) voltou da Bahia para uma série de compromissos no fim de semana e já retornou para a praia onde descansa com a família. Ele só volta ao batente, para um ano que promete muitas emoções, na próxima segunda-feira. Vai acompanhar os debates, que começam no dia seguinte, dos deputados distritais sobre o crédito de R$ 1,2 bilhão do orçamento deste ano que ficou pendente de aprovação pela Câmara Legislativa. Ele ficou um pouco mais de 24 horas na cidade. O objetivo principal era apenas assinar o orçamento de 2018 pessoalmente.

Campeão de tiro ao alvo

O deputado Robério Negreiros (PSDB) foi o campeão de artilharia em 2017. Brigou com o deputado Chico Vigilante (PT), com o presidente de seu partido, Izalci Lucas, e com o líder do governo, Agaciel Maia (PR). Sem contar que foi o voto da virada para a eleição de Joe Valle (PDT), depois de um embate com Rodrigo Delmasso (Podemos), no fim de 2016.

O que você deseja para Brasília em 2018?

“Em 2018, desejo uma Brasília mais igualitária, mais sustentável e mais feliz! E que a retidão seja o valor prevalecente na vida cívica da capital”
Leany Lemos, secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão do DF

“Um DF com água, de paz e respeito aos seus moradores”
Maria José Maninha, médica e ex-deputada (PSOL)

“Que em vez da urna eletrônica de outubro os políticos se dediquem à população de Brasília todos os dias”
Chico Leite, deputado distrital (Rede)


À QUEIMA-ROUPA 
Tiago Coelho, Presidente do PSB/DF

“O trunfo de qualquer gestor sério, comprometido com a população, é fazer suas entregas sem manchar sua cidade com escândalos de corrupção”

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) já fala como candidato à reeleição. Essa candidatura é irreversível?
Sim. O PSB-DF entende com muita clareza que o governador Rollemberg faz um governo de arrumação da casa, igual a uma família que, por excessos de tempos anteriores, entrou no vermelho. Logo, com a casa e as contas arrumadas, nós do Partido Socialista Brasileiro brasiliense acreditamos que a candidatura é irreversível e que a população dará mais um mandato ao governador Rollemberg. Se tantas entregas foram feitas em momento de carência de recursos, imagine o que poderá ser feito com a casa arrumada.

Qual é o grande trunfo para Rollemberg apresentar na campanha?
O trunfo de qualquer gestor sério é fazer suas entregas sem manchar sua cidade com escândalos de corrupção; sem gastar mais do que pode e deve e, acima de tudo, lutar pelos que mais necessitam. Nesse contexto, o governo Rollemberg se encaixa em todos esses componentes e poderá mostrar com clareza entregas como a democratização da Orla do Lago Paranoá; a universalização do ensino entre crianças de 4 e 5 anos; as obras no Sol Nascente, Buritizinho e Porto Rico; o compromisso social com o fim do lixão de maneira democrática; a segurança jurídica com o maior número de escrituras já entregues no DF; o investimento na cultura, na ciência e tecnologia, além da retomada do desenvolvimento econômico, somente para citar alguns exemplos.

A oposição vai bater pesado no governo Rollemberg para tentar derrotá-lo no projeto de reeleição. O PSB está preparado para defendê-lo?
Sim, o PSB e toda sociedade do Distrito Federal que está realmente comprometida em um projeto de cidade que foca em esperança, seriedade, profissionalismo, meritocracia, combate à corrupção, combate às injustiças e em diminuir as desigualdades sociais.

E as fake news? Como combatê-las?
Esse é um assunto muito preocupante, pois esse tipo de ação tem sido um desserviço à sociedade e levado a população ao distanciamento da política pública, bem como tem colocado a política como sinônimo de politicagem. O bom combate tem que ser feito por todas as mulheres e homens de bem que acreditam que as mídias sociais e a informação têm que ser utilizadas para fazer a sociedade avançar e não para levar ódio e desinformação.

Que partidos devem compor a chapa de Rollemberg?
Estamos dialogando com partidos que têm sido muito importantes em pontuar os lados positivo e negativo de nossa gestão, de uma maneira respeitosa e muito construtiva. Por exemplo, cito uma parte significativa do PSDB, o Solidariedade, o PROS, o PV e outros partidos com os quais já iniciamos aproximação e que não tenho dúvidas que vão agregar propostas para a cidade.

Acha que será possível fechar a aliança com o PSDB?
Acredito que sim. Temos um cenário nacional e local, bem como instâncias de diretório e executiva que ainda não se pronunciaram oficialmente, até porque ainda não é o momento. Vejo de uma maneira muito positiva essa aliança nos cenários nacional e local.

Quais são as fragilidades dos adversários que se apresentam para a campanha?
A maior fragilidade será sempre o pensar em torno de si e não da cidade; o ódio em vez da esperança; as promessas em vez dos resultados; o “ter” em vez do “ser”; a desconfiança da população; e a certeza de que a população reconhecerá o governo Rollemberg como a gestão que arrumou nossa cidade, equilibrou as contas e que agora levará o DF a quatro anos de desenvolvimento econômico e de credibilidade.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego