19/01/2018 às 07h31min - Atualizada em 19/01/2018 às 07h31min

Casal de idosos morre após ser atropelado no Lago Norte

O homem de 75 anos e uma mulher de 70 faziam uma caminhada quando foram atingidos por uma Mitsubishi ASX. Motorista está em estado grave

Correioweb
Um acidente na altura da QI 10 do Lago Norte terminou com duas pessoas mortas e uma ferida na noite desta quinta-feira (18/1). Um casal de idosos fazia uma caminhada na calçada quando foi atingido por uma Mitsubishi ASX. Segundo testemunhas, o veículo estava em alta velocidade na hora do acidente. Evaldo Augusto da Silva, 75 anos, e Dulcineia Rosalino da Silva, 70, morreram na hora.
Após atingir o casal, o veículo subiu o canteiro central e bateu em uma árvore, cerca de 250 metros depois do local do acidente. A motorista, Luciana Pupe Vieira, ficou presa nas ferragens e recebeu atendimento inicial do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Na sequência, foi levada para o Instituto Hospital de Base do Distrito Federal (IHBDF) em estado grave, com traumatismo craniano, fratura exposta no pulso e diversas escoriações pelo corpo. O 
Correio não obteve novas informações a respeito do estado de saúde da motorista.
nconsoláveis, vários familiares das vítimas se dirigiram ao local assim que souberam da tragédia. Informações preliminares dão conta de que o casal de idosos morava na QL 8 do Lago Norte. A via ficou interditada por cerca de duas horas no sentido Plano Piloto — Clube do Congresso.
 
Depois de socorrer a vítima, os bombeiros constataram que o velocímetro do automóvel marcava 120 km/h. No entanto, não é possível afirmar que o veículo estava a essa velocidade no momento da batida. Isso porque o contador pode ter sido alterado — para mais e para menos — com o impacto. A velocidade exata e as causas do acidente só poderão ser constatadas após o laudo da perícia.

Naturais de Minas Gerais, Dulcineia era servidora aposentada da Câmara dos Deputados e Evaldo era auditor da Receita Federal. Ambos haviam acabado de voltar de uma viagem internacional em comemoração aos 50 anos de casados. O casal deixa três filhos, quatro netos e um bisneto. 

 
Memória 

 

As vias do Lago Norte foram palco de uma outra tragédia a pouco menos de um ano. Em abril do ano passado, um ciclista foi atropelado e morreu após ser arrastado pela ciclofaixa da região administrativa. Edson Antonelli, 61 anos, morava na QI 7 da cidade e havia saído para andar de bicicleta pela região, por volta das 10h. A motorista, identificicada como Mônica Karina Rocha, de 20 anos, invadiu a ciclofaixa e atingiu Edson, que teve o corpo arrastado por vários metros, até que a estudante conseguisse parar o carro. Ele morreu na hora.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego