07/04/2018 às 17h21min - Atualizada em 07/04/2018 às 17h21min

LULA ESCREVE ÚLTIMO CAPÍTULO E VAI PARA PRISÃO DA LAVA JATO

Notibras

O ex-presidente Luiz Inácio da Silva disse em discurso que vai se entregar à Polícia Federal. “Eu vou cumprir o mandado (de prisão contra ele) e vocês vão ter que se transformar, cada um de vocês não vai se chamar Chiquinha, Zezinho. Todos vocês vão virar Lula e vão andar por esse país e vão ter que saber que estamos vivos”.

Lula tinha a prisão decretada no caso tríplex do Guarujá desde quinta-feira, 5. “Eu não estou escondido. Quero chegar e falar para o delegado que estou à sua disposição e a história daqui a alguns dias vai provar que quem cometeu crime foi o delegado que me acusou, o juiz que me julgou e o Ministério Público que foi leviano comigo.”

O ex-presidente fez um discurso enérgico e carregado de palavras de ordem, sem poupar críticas aos seus opositores, como o juiz Sérgio Moro. “A história vai provar que quem cometeu crime foi o delegado que me acusou”, disse. “Vou cumprir o mandado deles para fazer a transferência de responsabilidade.”
 

“Vou de cabeça erguida e vou sair de peito estufado de lá”, afirmou, na frase final, às 12h55. O discurso durou cerca de 55 minutos. Ao fim do pronunciamento, o ex-presidente foi carregado nos braços do povo por alguns metros, até entrar no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Em seu pronunciamento, Lula desafiou procuradores e ‘asseclas’, o juiz federal Sérgio Moro, e desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, para ‘um debate’ sobre as ‘provas’ que embasam investigações que levaram à sua condenação.

Do alto do carro de som estacionado à porta do Sindicatoo, Lula disse que o Ministério Público e a Polícia Federal mentiram ao atribuírem a ele o tríplex no condomínio Solaris, pivô de sua sentença a 12 anos e um mês de prisão.

“Por isso que eu sou indignado. Porque eu fiz muita coisa nos meus 72 anos, mas eu não os perdoo por terem passado a sociedade para dizer que eu sou ladrão. Deram a primazia dos bandidos de fazer o ‘pixuleco’ no Brasil inteiro. Deram a primazia para os bandidos de chamar a gente de petralha.”

“O que eu não posso admitir é um procurador que fez um power point e foi para a TV dizer que o PT é uma organização criminosa que nasceu para roubar o Brasil e que o Lula, por ser o mais importante do partido, é o chefe. O procurador disse ‘eu não preciso de provas, eu preciso de convicção’. Eu quero que ele guarde a convicção dele para os comparsas e asseclas dele e não para mim. Certamente, um ladrão não estaria exigindo provas. Estaria de rabo preso, de boca fechada.”

Lula disse que ‘gostaria de fazer um debate com Moro sobre o que ele fez’. “Eu gostaria que ele me mostrasse alguma coisa de prova. Eu já desafiei os juízes do TRF-4 que eles fossem num debate na universidade que eles quiserem provar qual é o crime que eu cometi nesse país”.

“Vou cumprir o mandado e cada um de vocês vai virar Lula”, afirmou neste sábado (7) o ex-presidente Lula em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP). “Eles têm de saber que a morte de um combatente não para a revolução”. Ao fazer a declaração, em resposta à prisão decretada na quinta-feira (5), foi ovacionado pelo público presente na rua. “Minhas ideias já estão pairando no ar. Não adianta achar que tudo vai parar. Meu coração baterá pelo coração de vocês.”

Lula disse ainda que pessoas chegaram sugerir a ele o exílio, mas que “não tem mais idade para isso”. “A minha idade é enfrentá-los de olho no olho.” Ele disse que vai se entregar porque “não tem medo e vai provar a inocência”. “Quantos mais dias me deixarem lá mais Lulas surgirão nesse País. Estou fazendo algo muito consciente. Eu não estou escondido”, disse. “Não queremos repetir a barbaridade que aconteceu com Marielle no Rio de Janeiro”, afirmou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego