08/04/2018 às 06h10min - Atualizada em 08/04/2018 às 06h10min

​Lula preso chega à PF de São Paulo


Lula, já preso pelas autoridades, chegou à sede da Polícia Federal em São Paulo, no bairro da Lapa, onde vai ser submetido a exame de corpo de delito – medida de praxe para todos os presos – antes de ser levado para Curitiba, terra da Lava Jato, onde vai iniciar o cumprimento da pena de 12 anos e um mês de reclusão no processo do caso tríplex do Guarujá.
Lula entregou-se à PF por volta de 18h40 deste sábado, 7, depois de permanecer entrincheirado por dois dias no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, seu antigo reduto.
Na parte da manhã, o ex-presidente fez seu último comício em liberdade, após a celebração de uma missa por Marisa Letícia, ex-primeira-dama que morreu em fevereiro de 2017 e que neste sábado completaria 68 anos.
À sua plateia ele disse que iria se apresentar à Polícia Federal. Ele desafiou seus algozes, da força tarefa da Lava Jato, a apresentarem provas contra ele.
“Vou de cabeça erguida e vou sair de peito estufado de lá”, afirmou, às 12h55, quando encerrou o comício.
 

Rojões são disparados por todo o Brasil após prisão de Lula

 
Estouro de rojões são ouvidos em diversos Estados do Brasil após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sair do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, e se entregar para à Polícia Federal para iniciar o cumprimento da pena de 12 anos e um mês de reclusão, por volta de 18h42 deste sábado, 7.
Segundo apuração do Estado e relatos de usuários de redes sociais, a manifestações à favor da prisão do ex-presidente ocorrem em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba.
Como informa a Coluna do Estadão, quando Lula se entregou à Polícia Federal, houve fogos e buzinaços em diversos pontos de Brasília. Em Águas Claras, cidade do Distrito Federal, pessoas acenderam e apagaram as luzes em comemoração.
Na capital paulista foram ouvidos disparos de fogos e artifício nos bairros Cambuci, Vila Romana, Perdizes, Santa Cecília, Alta da Lapa, Vila Madalena e Pacaembu. Também fora disparados fogos de artifício em cidades da Região Metropolitana de São Paulo, como Santa André e São Bernardo do Campo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego