21/10/2018 às 06h49min - Atualizada em 21/10/2018 às 06h49min

"Brasília não está à venda", diz Rollemberg em carreata

O governador criticou duramente o adversário Ibaneis Rocha (MDB) e disse estar confiante para o resultado das urnas

correioweb
Os resultados negativos nas últimas pesquisas de intenção de voto não desanimaram o governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Mesmo com os levantamentos mostrando 50 pontos de vantagem para o rival Ibaneis Rocha (MDB), o socialista disse, na manhã deste sábado (20/10), que acredita na virada nesta reta final. A declaração foi feita em carreata com apoiadores do candidato à reeleição, que saiu do TaguaParque em direção ao Sol Nascente.
 
 
No discurso feito para eleitores e na conversa com a imprensa, o governador criticou duramente o adversário Ibaneis Rocha, a quem acusa de abuso do poder econômico. "Nós estamos mostrando a nossa diferença, nós mostramos que é possível governar sem corrupção. Fica claro que, apesar do adversário derramar milhões de reais, ele pode até comprar candidatos e pagar dívidas de quem perdeu a eleição, mas não vai comprar consciências", disparou. "Brasília não está à venda, a população não vai vender sua consciência. Não queremos a volta de um passado de corrupção, que tantos prejuízos trouxe para a cidade", completou.
 
Ele também voltou a citar aliados de Ibaneis Rocha, como o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (MDB), para criticar o adversário. "Estamos mostrando quem são os dois candidatos, quem ele esconde e, sobretudo, o que cada um já fez por Brasília e o que vão fazer", afirmou. 
 
Questionado sobre como seria a relação com Ibaneis em um eventual governo de transição, Rollemberg desconversou. "Não vai precisar ter transição. Nós vamos dar continuidade ao nosso governo porque esse trabalho não pode parar."
 
Rollemberg também reafirmou promessas que tem feito durante agendas de campanha nas áreas de saúde, educação e habitação "Vamos abrir 25 mil novas vagas de creches e construir 50 mil habitações. Também vamos levar o Saúda da Família para todas as cidades e para 100% da população", assegurou.
 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego