14/11/2018 às 22h07min - Atualizada em 14/11/2018 às 22h07min

​A Cobiçada cadeira do comando da RA XIII

Apesar de cobiçada por dezenas de postulantes, Natalina de Jesus Cotrim, conhecida nos quatro cantos do Distrito Federal como Natália Cotrim é o nome mais preparado para assumir o comando de Santa Maria.

Por Correio de Santa Maria


         Natalina de Jesus Cotrim conhecida como Natália Cotrim. 50 anos, brasileira, empresária, divorciada, mãe de dois filhos Hellen Fabiana 25 anos e Vinícius Junior 19 anos uma neta Valentina 3 anos .
Natália veio de Taguatinga para Santa Maria em junho de 1991 para fixar residência e empreender na cidade. Como todo começo é difícil e para Natália não foi diferente. Porém, determinada e convicta que veio para vencer, começou sua vida empresarial, ou seja, o desafio de empreender na cidade, com prestação de serviços de contabilidade, registrando então, as primeiras empresas locais, entrando para a história como a primeira contadora de Santa Maria.

        Recém implantada na cidade como contadora, Natália diz que foi difícil sair do aluguel para o seu primeiro estabelecimento adquirido com muito suor e determinação. Pois, naquela época eram muitos os desafios a cidade, até porque Santa Maria era uma cidade recém criada, infra-estrutura zero, e, por vários motivos, dependente do Gama, também administrada por Cesar Lacerda.
Natália teve como a primeira aquisição em Santa Maria a sua casa própria na QR 204 Conjunto “L” LOTE 09 através da troca em uma troca em uma linha telefônica pagando a diferença em dinheiro. Nesse lote, como a moradia era nos fundos, Natália construiu na frente do terreno o seu escritório de Contabilidade; uma sala com uma mesa de madeira bem simples, uma máquina datilografia, uma calculadora somente. Essas foram as ferramentas que iniciaram os empreendimentos que hoje ostentam a marca Natália Cotrim”.

Mesmo já tendo seu cantinho estabelecido, a contadora não se conformava em ver duas entidades que se diziam representar os empresários, porém, estacionadas, inoperantes que nada faziam pela categoria. Pelo contrário, gostavam mesmo era de posas ao lado de autoridades para dizer que estavam bem na fita. Foi a partir daí que Natália decidiu disputar a eleição para a presidência da Associação Comercial e Industrial de Santa Maria, e iniciar um trabalho sério e respeitável em favor dos empresários da cidade, que realmente fosse incrementar o setor produtivo, na época muito carente e necessitava de alguém para ser esse elo junto ao Poder Público. Como Natália já usufruía de muito conhecimento ajudou muito a classe empresarial da cidade, principalmente no programa de geração de emprego do PRO- DF, cursos de qualificação em convênios com o SEBRAE, palestras, linha de créditos junto ao BANCO DO BRASIL e CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, trabalho este desenvolvido entre o período de 2006 a 2014. Mesmo afastada da Presidência da Associação Comercial e Industrial de Santa Maria, Natália ainda faz parte da diretoria da entidade onde o atual presidente era seu vice
      A capacidade de administrar seus empreendimentos fez com que Natália fosse crescendo como empresária, galgando novos Horizontes pela garra e disposição para o trabalho. Porém, nunca se esquivando em ajudar quem a procurasse para uma orientação contábil ou para a elaboração de documentação para pleitear o tão sonhado lote do PRÓ-DF.
Ao estilo deus ajuda quem cedo madruga, Natália Cotrim cresceu e cresceu muito como empresária. Digamos; começou praticamente do nada, apenas com muita coragem e vontade de trabalhar. Na atualidade, é uma das mais prósperas empresárias de Santa Maria, estabilizada e pode parar de trabalhar no momento em que bem quiser, passando a viver apenas de renda. Só que você não quer parar e justifica que o trabalho além de dignificar a pessoa, LIBERTA DA OCI OSIDADE.
     Num passado próximo experimentou a carreira política. Apesar de tarimbada e preparada para qualquer missão não logrou êxito. Tal vez, pela falta de um bom marqueteiro ou um experiente coordenador político. Depois disso, decidiu se recolher apenas aos seus empreendimentos. Só que a marca registrada NATÁLIA COTRIM não lhe deixa no anonimato. Prova é que nesta campanha para governador, DISSO EU SOU TESTEMUNHA VIVA, você foi o primeiro nome procurado por IBANEIS e equipe para apoiá-lo na cidade. “Bom na verdade meu candidato era o Frejat. Fiz todo trabalho para ele, mas, o nome do IBANEIS ventilava como possível vice do Frejat. Mas, com a desistência de Jofran Frejat abandonou a candidatura eu fiquei com a coordenação da campanha do candidato e deputado federal Laerte Bessa. Foi aí que o Ex deputado distrital Benicio Tavares me procurou e me convidou para coordenar a campanha do candidato Ibaneis Rocha. Como eu não estava com nenhum candidato ao cargo Majoritário, acertamos que eu poderia prosseguir no trabalho para o Bessa e ele acertou que eu poderia continuar fazendo o Trabalho para Bessa que, não se opôs e como em levar o nome de Ibaneis para governador. O Dr. Ibaneis era uma nome novo que representava a inovação. Visto isso, aceitei o convite e junto com uma equipe disposta começamos logo a trabalhar o nome dele” explica Natália.
Passada a eleição, O GOVERNADOR ELEITO IBANEIS, promete colocar um administrador interino por um período de Seis meses e, posterior a esse período, irá promover uma listas tríplice com nomes que poderão ser escolhidos ou não para o cargo de administrador de Santa Maria. E, dentro dessa proposta, Natália se considera preparada para ser administradora de Santa Maria no caso do seu s eu nome ser o do agrado do IBANEIS. Justificando esse preparo pela experiência e competência que você adquiriu ao longo dos anos. “Com o conhecimento que tenho da cidade, com certeza posso fazer um bom trabalho, por Santa Maria que com precisa de um bom gestor, que pense na cidade com carinho que a comunidade merece. E eu devo isso para esta cidade que me acolheu e me deu a oportunidade de desenvolver o meu trabalho e crescer com ela. Graças a Deus tenho passado limpo, meu patrimônio tem origem e nunca  tive implicações com a justiça. E é com essa integridade que quero administrar Santa Maria”. Advertiu.
        De acordo com Natália, caso seja a escolhida para administrar Santa Maria, seu primeiro passo seria ouvir a comunidade, as lideranças e, juntos, elaborar um plano de trabalho que venha atender os anseios da cidade. No seu entender, um administrador deve ter amor pela cidade, vontade de ver o desenvolvimento da cidade, promover o crescimento e o fortalecimento do setor produtivo incentivando a geração de emprego, ouvindo a comunidade e as lideranças. A conseqüência disse resultará em uma boa gestão.
Todo e qualquer administrador tem que ter um projeto de gestão próprio para seguir. Paralelo a isso, tem que acolher também planos de trabalho, sugestões e a participação da comunidade na sua gestão. Projeto de poder ou projeto pessoal são pautas fora de cogitação; a participação da comunidade e demais segmentos é fundamental.
Mas, projetos são projetos, sonhos são sonhos e vaidades são vaidades, vamos aguardar a apreciação dos postulantes que será feita pelo governador IBANEIS e equipe. Com certeza, sua caneta vai escrever o nome daquele que estiver mais bem preparado. Com certeza, ele não vai escolher ninguém por LIVRE E ESPONTÂNEA PRESSÃO.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »