06/12/2018 às 16h29min - Atualizada em 06/12/2018 às 16h29min

Hugo Gutemberg.faz balanço de seu último ano de Gestão.

Vital Furtado

“Eu estou administrador e NÃO SOU C ANDIDATO!  Mas, essa disputa é muito boa porque uma cadeira que já foi renegada hoje é almejada por muitos. Eu fico feliz em ver essa concorrência  como sinal de que a cidade amadureceu seus quadros”- Hugo Gutemberg, administrador em final de gestão.

Administrador, antes de qualquer assunto referente à sua gestão, vamos ao primeiro ponto:
Nessa gestão que se finda, parece que o senhor está deixando uma cadeira completamente banhada de mel. Pois, é tanta gente querendo ser administrador que dá para se atropelarem em cada esquina, porém, se esquecem que a decisão maior vira da caneta do governado IBANEIS.  A disputa está bastante acirrada, com gente posando de SEMIDEUS se julgando melhor que os demais.
Diante da questão, Hugo Reconhece o momento com importância: “È bom porque uma cadeira que já foi renegada hoje é almejada por muitos. Eu fico feliz em ver essa concorrência como sinal de que a cidade amadureceu seus quadros, tem pessoas novas atuando aí, veja bem; gente nova com idéias novas e, que venha a ter conhecimento e consciência do verdadeiro cenário de Santa Maria.
Em seguida, perguntado se é candidato ao cargo Hugo Respondeu: “Não! Não sou candidato, até porque não tenho como ser candidato de um processo que sequer existe. Eu estou administrador. Mas, se porventura, o dia em que o governador IBANEIS apresentar as normas devidamente aprovadas pela Câmara Legislativa do Distrito federal, eu até posso estudar a legislação e ver se tenho condições de preencher as normas que serão colocadas. Se eu verdadeiramente me encaixar nas normas, quem sabe eu venha a ser um candidato”? Explicou Hugo.
A Popularidade de Hugo é o reconhecimento da comunidade ao trabalho coletivo que sua equipe realizou durante toda a  gestão com grandes investimentos na cidade, mudando configurações de regiões que estavam completamente abandonadas s. Dentre essas regiões, destaca-se o Porto Rico pela luta que Hugo Gutemberg empreendeu, uma vez que, desde o ano de 2008 aquele local esbarrava em questões ambientais, mas, com muito esforço junto as autoridades do Executivo e Legislativo, a gestão Hugo Gutemberg conseguiu urbanizar o bairro colocando águas pluviais rede de esgoto, a implantação da ETE, bacia de contenção, pavimentação asfáltica, calçadão, contemplando aquela comunidade com o que há de melhor.
Outra benfeitoria que eu também se destaca em Santa Maria e região circunvizinha pela abrangência de sua utilidade é a Ciclo via da DF 290 que pega toda aquela espinha dorsal do Entorno, vindo do Valparaiso passando pelo residencial indo até o Gama. Ainda no que tange a obras, destaca-se  também as chamadas obras domésticas que são os pedidos internos da cidade, sendo elas; a ciclovia interna da avenida, rede de integração urbana, ou seja, um pacote de integração urbana contemplando Santa Maria com mais de 18 quilômetros de calçadas ligando o termina sul ao terminal norte e BRT, integrando a avenida Paraim que nunca havia recebido investimento algum, calçadas de acessibilidade em várias quadras da cidade e escolas, o calçadão do Santos Dumont na avenida das mangueiras, a ligação da adutora danado auto-suficiência a Santa Maria no abastecimento de água, já que liga Corumbá IV ao Setor Meireles e finalmente a Santa Maria. Outra situação de suma importância para a cidade é a Lei de Ocupação do Solo - LUOS. Ela vai mudar a configuração da cidade de maneira gritante, possibilitando que grandes empreendimentos venham para a cidade.
No tocante a segurança, Gutemberg implantou iluminação em locais estratégicos, dentre estes; toda a área da expansão que estava precariamente iluminada, a vicinal 371 ligando o Total Ville até as quadras 400 de Santa Maria Norte, as áreas da 104, 105 e 106, dotou a cidade de novos abrigos, aliás, um pedido muito justo da comunidade e a modificação de uma parada próximo ao Santa Maria Shopping, cuja travessia era o ponto crítico do trânsito nas proximidades.
Na área social a gestão Hugo Gutemberg implantou o PRO-VÍTIMA, para atender mulher em casos de vulnerabilidade social, firmou  parceria que resultou no projeto “ENXOVAL SOCIAL” destinado as futuras mamães carentes, cadastrou os flanelinhas pela administração regional, entre outras situações foi resgatada a FASSANTA,  criou a  EXPOSANTA, organizou um grupo de trabalho denominado FORÇA TAREFA com uma equipe trabalhando semanalmente em reparos, limpeza e conservação por toda a cidade.
Não foi por acaso que outro noticioso disse que HUGO GUTEMBERG TERMINA A GESTÃO COM A POPULARIDADE EM ALTA. Porém, com todo esse trabalho realizado em benefício da cidade e sua comunidade, existe aí cerca de uns 5% de insatisfeitos, isto é; a turma do contra que torce para que tudo dê errado e que permaneceu por toda a gestão criticando de maneira difamatória e irresponsável o trabalho de Hugo Gutemberg que, com jogo de cintura,  sensibilidade e acima de tudo; muita humildade soube receber e conduzir com sabedoria os agravos e insultos da BANDA PODRE. “O processo democrático dá oportunidade a toda e qualquer pessoa a se manifestar e a crítica faz parte desse processo. Porém, nas críticas, eu e mi há equipe tivemos a grandeza de superá-las. Veja bem, a cidade não é minha não é sua, mas, a cidade é de todos nós. E, dentro desse princípio, se todos pensarem de maneira coletiva Santa Maria tem muito mais a crescer”, disse Hugo.
Finalizando a Hugo deseja um Feliz natal e próspero ano Novo a toda a comunidade e agradeceu de coração todo apoio que recebeu durante a sua gestão.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »