14/12/2018 às 07h06min - Atualizada em 14/12/2018 às 07h06min

“Meu pai é um monstro”, diz filha de João de Deus a revista

Dalva Teixeira disse que começou a ser estuprada aos 10 anos e chegou a perder um filho quando esteve grávida após espancamento

METRÓPOLES

Dalva Teixeira, 49 anos, filha de João de Deus, revelou ter sido abusada pelo pai desde os 10 anos de idade. “Meu pai é um monstro”, disse a mulher, em entrevista à revista Veja.

De acordo com a publicação, Dalva conheceu o pai aos 9 anos de idade, quando deixou de morar com a mãe, em uma fazenda, para continuar os estudos em Abadiânia (GO). Os abusos teriam começado no ano seguinte e aconteciam na casa dele, no carro e durante viagens.
 

Aos 14 anos, Dalva teria ficado grávida de um funcionário de João de Deus. A mulher contou à revista que teve a ideia de ir embora da casa do pai, mas ele teria reagido com violência e a espancado quando soube da gravidez, o que teria resultado na perda do bebê.

Vídeo desmentindo
Na última terça-feira (11/12), a página no Instagram de João de Deus divulgou um vídeo no qual Dalva aparece ao lado dele negando as acusações de estupro (foto em destaque). A filmagem, no entanto, teria sido feita em 2017 e sob ameaça.

Dalva move processo contra o próprio pai por estupro continuado. Em ação de reparação de danos morais, a herdeira do médium pede R$ 50 milhões pela causa, conforme divulgado pelo site O Antagonista.

Denúncias
força-tarefa instituída pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) para apurar as denúncias contra o médium João Teixeira de Faria por abuso sexual recebeu, desde segunda-feira (10), um total de 330 mensagens e contatos por telefone. O e-mail específico para essa finalidade é o denuncias@mpgo.mp.br.

A Promotoria de Goiás requereu à Justiça a prisão preventiva de João de Deus, que alega inocência. Médium e curandeiro, ele ficou famoso internacionalmente por suas sessões. Desde setembro de 2018, porém, várias denúncias de abuso sexual começaram a ser feitas por mulheres que iam às cerimônias conduzidas no Centro Dom Inácio de Loyola, onde realiza “cirurgias espirituais” em Abadiânia, no interior de Goiás.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »