15/02/2017 às 06h53min - Atualizada em 15/02/2017 às 06h53min

SANDRA FARAJ ONG entra com requerimento para Sandra Faraj provar que pagou empresa

Adote um Distrital apresentou o pedido nesta terça-feira (14/2). Parlamentar é acusada de receber verba indenizatória indevidament

Metrópoles

Um dia depois da divulgação da denúncia de que a deputada Sandra Faraj (SD) teria se apropriado de dinheiro público, a avaliação na Câmara Legislativa é que, caso seja aberta uma ação contra a parlamentar, dificilmente ela conseguirá fugir de um processo de cassação. O que pode não estar tão longe, já que nesta terça-feira (14/2), a ONG Adote um Distrital protocolou uma representação na Casa solicitando que a distrital apresente os comprovantes de pagamento à empresa que a denunciou por falta quitação dos débitos.

 

Até agora, apesar de alegar ter honrado a dívida com a Netpub Agência de Comunicação e Tecnologia, Sandra Faraj não apresentou os comprovantes. A empresa registrou em cartório uma acusação afirmando que a parlamentar contratou o serviço de informática, não pagou, mas utilizou as notas fiscais para pedir ressarcimento à Câmara Legislativa, como verba indenizatória, num valor total de R$ 174 mil.

 

A assessoria de imprensa da distrital afirma que a parlamentar apresentou notas fiscais devidamente atestadas pela empresa. O problema, segundo deputados da Casa, é que os documentos que ela cita não se referem ao pagamento em si, mas a recibos de que a empresa teria recebido.

Ao Metrópoles, distritais explicaram que é comum que os deputados contratem algum tipo de serviço, peguem o recibo, recebam o dinheiro da Casa e, só então, realizem o pagamento. E essas comprovações do pagamento de Sandra à empresa não foram divulgadas pela distrital até agora.

 

A ONG Adote um Distrital pede que a deputada apresente o comprovante bancário que evidencie o pagamento das notas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego