18/04/2019 às 18h14min - Atualizada em 18/04/2019 às 18h14min

“Se prosperar, eu volto para a praia”, diz Mourão sobre impeachment

O deputado Marco Feliciano justifica o pedido, pois acredita que o general cometeu crime de responsabilidade

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) comentou, na tarde desta quinta-feira (18/04/2019), o pedido de impeachment protocolado pelo deputado Marco Feliciano (Pode-SP). “Se prosperar, eu volto para a praia” disse, aos risos, ao chegar ao Palácio do Planalto após o almoço.

Mourão, que passará o feriado de Páscoa em Brasília, classificou como “uma bobagem” o pedido de impeachment proposto por Feliciano. “Sem comentários. Isso é uma bobagem, estou tranquilo”.

O vice-presidente também afirmou que está “melhorando” da tendinite o braço, que o mandou para o hospital no fim de semana passado.

Feliciano justifica o pedido, pois acredita que o general cometeu crime de responsabilidade. “Como é de conhecimento público, desde o início do atual mandado (sic) presidencial o denunciado [Mourão] tem procedido de maneira incompatível com as responsabilidades do cargo que ocupa”, explica no documento.

De acordo com o parlamentar, Mourão contradiz “sistematicamente” a autoridade do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Para o deputado do Podemos, “não é pelo fato de ser indemissível que o vice-presidente não esteja circunscrito aos deveres legais de lealdade, decoro, recato, honradez e dignidade (qualidades intrínsecas ao bom governante)”.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »