17/06/2019 às 16h21min - Atualizada em 17/06/2019 às 16h21min

BOMBA! Denúncia de suposto esquema de compra de mandato pode implodir Câmara de vereadores de Novo Gama

A apuração das denuncias pode levar ao afastamento da vereadora Vera do Boa vista caso haja a comprovação dos fatos

Valter Hamilton
Madeirada News

A semana começa tensa para a Câmara de Vereadores da cidade de Novo Gama, uma suposta denúncia de compra de mandato deverá não só mexer com os alicerces políticos da cidade como também deverá mover como num jogo de xadrez, as peças políticas da Câmara de Vereadores.

Tudo isso se deve ao fato da recém-empossada vereadora Vera do Boa Vista esta sendo supostamente acusada de ter feito uma negociação financeira para que o vereador Cid da Meios renunciasse ao seu mandato de vereador  para que as portas fossem abertas para que Vera do Boa  Vista pudesse assumir a cadeira como vereadora, ainda segundo a denúncia do terceiro  suplente da coligação, Fabio Fiúza, essa não teria sido a única suposta negociação financeira envolvendo a vereadora já que ela era a segunda suplente e para assumir o cargo. O primeiro suplente Hernandes Rodrigues também deveria renunciar, fato que também aconteceu de forma estranha.

A nossa equipe levantou também a informação que o principal articulador dessa suposta negociação seria o assessor do ex-vereador Cid da Meios o também ex-vereador  Macieudo  Ouro branco, procurado pela nossa equipe Macieudo disse que só vai se pronunciar sobre o fato em juízo caso haja uma denúncia formal e ele seja citado.

Ainda segundo o levantamento feito pela nossa equipe, o empresário e terceiro suplente da coligação Juntos somos mais Fortes (PP-PRTB-PROS-PT) Fábio Fiúza deverá entrar de forma oficial com uma denúncia junto à câmara de vereadores e ao Ministério Publico Eleitoral.

As investigações junto aos órgãos competentes poderão levar uma verdadeira tormenta à Câmara de Vereadores e uma possível dança de cadeiras caso seja comprovada a negociação financeira  que levou a vereadora Vera do Boa Vista à casa de leis.

 Na manhã desta segunda-feira (17/06) a nossa equipe tentou contato telefônico com a vereadora Vera do Boa Vista mais não conseguiu até o fechamento desta matéria.

A pouco menos de 90 dias que assumiu o mandato como vereadora, a vereadora Vera do Boa Vista enfrentou o seu primeiro desgaste político na última semana quando pediu vista do Decreto Legislativo (69/2019 ) que poderia acabar com a greve de professores da cidade de Novo Gama, ao se colocar contra os professores e alunos, a vereadora foi alvo de grande revolta popular nas redes sociais, no momento em que tentava através de ligações para seus eleitores tentando informar o motivo do pedido de vista, Vera é atingida em cheio por uma denúncia que poderá custar a sua permanência na casa de leis.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »