18/09/2019 às 07h17min - Atualizada em 18/09/2019 às 07h17min

Vovôs golpistas que cometiam fraudes desde os anos 1990 são presos no DF

Homens foram presos preventivamente após fazerem vítimas em várias cidades com o conto do "bilhete premiado"

CARLOS CARONE carlos.carone@metropoles.com
METRÓPOLES

Dois homens foram presos preventivamente nesta terça-feira (17/09/2019) por investigadores da 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte) após aplicarem uma série de estelionatos contra idosos. Usando o golpe do “bilhete premiado”, Josimar Dias Barbosa, 60 anos, e Pedro Jorge Francisco, 61, percorriam shoppings e centros comerciais em regiões no Plano Piloto e nos lagos Norte e Sul procurando pessoas de idade avançada, mais propensas a serem enganadas. A polícia suspeita que a dupla atuava desde o início da década de 1990 e teria feito centenas de vítimas.

De acordo com as investigações, os golpistas, alvo de três inquéritos policiais, abordavam homens e mulheres que estavam sozinhos e se passavam por pessoas humildes. Josimar, então, falava que havia ganhado na loteria. “No entanto, ele alegava dificuldade de entendimento, não sabia dizer o valor e como deveria receber o prêmio de supostamente R$ 2 milhões. Em seguida, o outro criminoso, Pedro, entrava em cena e também se oferecia para ajudar”, explicou o delegado adjunto da 9ª DP, Paulo Renato Fayão.

Os estelionatários e a vítima decidiam, então, ir até uma casa lotérica com a promessa de receber 10% do valor de R$ 2 milhões. “Pedro, então, convencia a vítima a entregar determinada quantia a Josimar, para que o falso ganhador do prêmio ganhasse a confiança dela”, disse o delegado.

Em um dos casos, registrado por câmeras de segurança de um shopping, os criminosos e a vítima são flagrados fazendo a negociação (foto em destaque). “Naquele momento, uma pessoa foi até própria casa, no Lago Norte, e pegou cerca de R$ 1,5 mil em dinheiro. Depois, ainda sacou outras quantias no shopping”, contou Fayão. No total, o idoso que foi enganado perdeu cerca de R$ 6,1 miL.
De acordo com o delegado, a dupla começou a ser monitorada há algumas semanas e foi flagrada nas cercanias de um shopping no Lago Norte. Imagens do circuito interno de segurança do complexo comercial flagraram o momento em que ambos se aproximam de casas lotéricas com as vítimas para, supostamente, sacarem o dinheiro dos prêmios.

Logo em seguida, os dois desaparecem e deixam a vítima com o prejuízo. “Eles usavam a lábia para iludir as pessoas, que esperavam receber o percentual do prêmio que jamais existiu”, observou o delegado.

Os investigadores esperam que a divulgação das imagens da dupla de golpistas motive diversas vítimas a procurarem a delegacia para registrarem ocorrência e fazerem o reconhecimento dos suspeitos.

“Acreditamos que eles agiam em todas as cidades do DF, várias vezes por semana. O volume de golpes praticados por eles era imenso e nem todos os idosos enganados devem ter procurado as delegacias”, acrescentou o delegado Fayão.
Foto dos Golpistas:


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »