26/01/2020 às 06h30min - Atualizada em 26/01/2020 às 06h30min

Casa do Vaticano abriga freiras que se prostituem

Bartô Granja, Edição
NOTIBRAS

A vida pode ser realmente imprevisível às vezes, mas as freiras católicas que foram obrigadas a abandonar seus mosteiros no passado e recorrem à prostituição para se sustentar agora podem encontrar um lugar para morar na Cidade do Vaticano.

O cardeal-prefeito brasileiro João Braz de Aviz revelou a existência de um abrigo secreto nas freiras do Vaticano expulsas de seus conventos, algumas das quais se voltaram para a prostituição para sobreviver, informou a AFP, citando uma cópia antecipada da edição de fevereiro de a revista Women Church World.

As freiras que antes eram “completamente abandonadas” pela Igreja Católica após sua expulsão e até deixadas nas ruas agora podem encontrar um lugar para ficar graças a uma iniciativa do Papa Francisco, observou o cardeal.

“O exemplo mais significativo é precisamente a decisão do papa de estabelecer em Roma uma casa para receber das freiras de rua que foram mandadas embora por nós ou pelos superiores, especialmente se forem estrangeiros”, afirmou Braz de Aviz ao abordar a questão. de exploração que algumas irmãs religiosas experimentaram no passado.

“Essas pessoas entraram no convento como freiras e se encontram nessa condição. Houve até casos de prostituição para se sustentar ”, explicou o cardeal. “Essas são ex-freiras!”

Braz de Aviz acrescentou que existem diferentes razões por trás da partida das freiras, incluindo a expulsão forçada, mas às vezes até aqueles que desejavam deixar o convento voluntariamente tiveram seus documentos retidos por seus supervisores.

O pontífice da Igreja Católica Romana disse que já havia visitado a residência, que atualmente abriga menos de 10 pessoas, e achou que era o “mundo das feridas”, mas também um lugar de “esperança”.

A casa está aberta há um ano, mas sua localização ainda não foi revelada.

De acordo com o National Catholic Reporter, atualmente o número de freiras na igreja está diminuindo em todo o mundo, resultando no fechamento de conventos em toda a Europa, enquanto também há um número crescente de relatos de abuso sexual e físico de freiras por padres e seus superiores.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »