06/06/2020 às 07h50min - Atualizada em 06/06/2020 às 07h50min

Após agredir idoso em ato nos EUA, policiais são suspensos

Ele está em condição “estável, mas grave”

Em Nova York, as autoridades de Buffalo optaram por suspender dois policiais que empurraram um idoso de 75 anos sem motivos aparente. O caso ocorreu durante ato de manifestação e repúdio contra racismo após a morte de George Floyd, homem negro que morreu após ser asfixiado por mais de oito minutos enquanto clamava para que o policial, que era branco, o deixasse respirar. A morte de George Floyd repercutiu em atos, alguns violentos e muitos pacíficos, não só nos Estados Unidos, mas ao redor do globo, inclusive no Brasil. 

Em um vídeo é possível ver os agentes policiais empurrando o homem, que cai e bate a cabeça na calçada. Após o ocorrido ele aprece com a cabeça sangrando. 

Primeiramente, a polícia de Buffalo divulgou que uma pessoa “ficou ferida após tropeçar e cair”. Entretanto, mais tarde, a prefeitura da cidade informou a suspensão dos agentes.

Além disso, uma investigação sobre o caso foi aberta.

 

Segundo o prefeito Byron Brown, o idoso foi socorrido e levado para um hospital da região. Ele está em condição “estável, mas grave”.
 

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, se manifestou sobre o caso. “a polícia deve defender as pessoas e se defender, e isso é um fato. Mas também existe casos de abuso de poder, e isso também é um fato”. “Os abusos devem terminar, devemos mudar”, exclamou. 

“Quando é demais, é demais. É preciso interromper os abusos para defender a maioria dos policiais que fazem seu trabalho da melhor maneira possível”, acrescentou. Segundo ele, é necessário “segurança, direitos civis e protestos”, porque “temos que mudar o comportamento das pessoas”. “Os policiais precisam fazer cumpri a lei, não abusar dela”, finalizou. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »