06/07/2020 às 07h36min - Atualizada em 06/07/2020 às 07h36min

Deputado obtém liminar para ministrar cultos evangélicos em Goiás

Desembargador que concedeu a liminar diz que atividade religiosa deve ser exercida com respeito aos protocolos de saúde

O deputado federal João Campos (Republicanos-GO) obteve liminar, por meio de mandado de segurança, que o autoriza a ministrar cultos religiosos em Goiás – apesar dos decretos do governador Ronaldo Caiado (DEM) e do prefeito Iris Rezende (MDB) que restringem atividades religiosas por 14 dias para evitar aglomeração de pessoas. Além de deputado, João Campos é pastor auxiliar da igreja Assembleia de Deus (Ministério Vila Nova) desde 1996. 

“ Se a ministração da palavra de Deus é importante, porque aponta para aquilo que é transcendental, o Deus eterno, imagine na pandemia?”, afirma o parlamentar. “A igreja é o hospital da alma”. Campos recomenda a outras igrejas que constituam advogados e ingressem na Justiça para se beneficiar dos efeitos da liminar que ele conseguiu para a igreja dele. 

A decisão é do desembargador Delintro Belo de Almeida, que diz que João Campos, como líder religioso, deve seguir religiosamente os protocolos e as regras sanitárias estabelecidas no sexto artigo do decreto estadual 9.653/2020. Delintro deu 10 dias para o governo do Estado e a prefeitura de Goiânia se manifestarem. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »