23/07/2020 às 04h23min - Atualizada em 23/07/2020 às 04h23min

Detentos do DF podem voltar a receber visitas presenciais no próximo mês

Seape estuda retomar visitas em 20 de agosto, mas decisão ainda depende do cenário em que a pandemia de coronavírus se encontrará na época

Secretaria de Administração Penitenciária do DF (Seape) planeja retomar visitas presenciais no próximo mês. Desde 12 de março, por decisão da Vara de Execução Penal (VEP), as visitações estão suspensas no centros penitenciários do DF, devido à pandemia da Sars-Cov-2.
 

Os encontros serão permitidos, contudo, caso o cenário da propagação da Covid-19 esteja controlado no DF. “A segurança dos servidores e também de sentenciados e seus familiares é nossa prioridade”, garante o delegado Adval Cardoso, secretário da Administração Penitenciária.

“Desta forma, estamos verificando o melhor formato para que as visitas ocorram, minimizando os riscos e priorizando a saúde de todos”, justifica.

Caso seja possível, as visitas nas unidades prisionais serão retomadas de maneira gradual. Em um primeiro momento, crianças, idoso e pessoas do grupo considerado de risco pelos órgãos oficiais de saúde continuam impedidas de frequentar ambientes carcerários. Além disso, cada detento poderá ver apenas um visitante, faltando ainda definir a duração de permanência.

“Todas as regras serão definidas e amplamente divulgadas. Se retomadas, as visitas presenciais deverão respeitar todas as regras para evitar aglomeração e disseminação do vírus. Vamos fiscalizar todo o processo”, esclarece Cardoso.

1
Chamada de vídeo

Atualmente, os detentos e detentas só conseguem ter contato com os familiares por meio de visitas virtuais. Desde o início do mês, a Seape disponibilizou tablets para que sentenciados do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), e nas unidades prisionais localizadas no Complexo da Papuda tenham acesso à internet.

Já para o público feminino, encarcerado na Colmeia, os dispositivos já estão disponíveis desde meados de junho, com implementação pioneira na Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF).

Para realizar ligações, o visitante deve se cadastrar no sistema e ser indicado pelo interno ou interna, que aprova a visita. Elas ocorrem de segunda à sexta-feira, em dois períodos: das 9h às 12h, e das 13h às 16h.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego