04/04/2017 às 14h10min - Atualizada em 04/04/2017 às 14h10min

Turismo cívico para alunos dos Centros Olímpicos e Paralímpicos

Iniciativa da Secretaria Adjunta de Turismo levou 37 crianças da Estrutural à Residência Oficial de Águas Claras

Assessoria de Comunicação Social

Os alunos do Centro Olímpico e Paralímpico da Estrutural iniciaram a semana com uma programação diferente. Dentro do projeto do Turismo Cívico, da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, 37 crianças do terceiro ano do ensino fundamental visitaram nesta segunda-feira (3), no período vespertino, a Residência Oficial de Águas Claras.

 

O passeio durou cerca de 2 horas e passou pelas principais áreas do local que, frequentemente, recebe visitas de autoridades, missões diplomáticas, grupos da sociedade civil e reuniões de trabalho do Governo de Brasília. Além de integrar o roteiro do Turismo Cívico, o endereço pode ser conhecido por meio de agendamento prévio feito no site www.roac.df.gov.br .

 

“Participam dessa visita os alunos que, no período contrário ao dos estudos, desempenham atividades esportivas diversas nos nossos Centros Olímpicos e Paralímpicos. Com a viabilidade do Turismo Cívico, eles conheceram um ponto importante da nossa capital”, destaca a secretária de Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros.  

 

Na ocasião, a turma conheceu a capela da residência; o espaço de arte que, atualmente, exibe a exposição “Memórias femininas”, da curadora Tânia Fontenelle; a área externa com jardins e lago; o interior da residência com passagem pela sala de estar, sala de jantar e gabinete; e por fim, escritório e salão de reunião.

 

Nessa última parada, um representante do Batalhão de Polícia Militar Ambiental apresentou ao público mirim uma palestra sobre educação ambiental, contando um pouco do trabalho desenvolvido pela corporação e orientando sobre os cuidados básicos que podem contribuir para a preservação do meio ambiente.

 

O estudante Gabriel Caleb, 9 anos, estava animado para conhecer os espaços da Residência Oficial. “Estou achando bem legal, melhor que o Palácio da Alvorada, porque tem um laguinho e bastante área verde”, disse. Na unidade da Estrutural, o menino se divide há um ano, entre aulas de boxe, natação, judô e futebol.

 

Turismo Cívico – saiba Mais

Essa foi a primeira vez que os Centros Olímpicos e Paralímpicos participaram do projeto Turismo Cívico. Nos próximos meses, integrantes das demais unidades esportivas devem conhecer as principais atrações cívicas da cidade. Alunos da rede pública e adolescentes e idosos dos centros de convivência e fortalecimento de vínculos também estão incluídos na iniciativa.

 

Eles fazem, três vezes por semana, excursões guiadas para pontos como a Praça dos Três Poderes, o Congresso Nacional, o Memorial JK e o Museu da Imprensa. “A iniciativa tem o intuito de consolidar o turismo cívico em Brasília e promover a educação patrimonial, medida para conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação do contexto histórico, cultural e turístico da cidade”, destacou o secretário-adjunto de Turismo, Jaime Recena, responsável pela implementação da ação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego