11/10/2020 às 06h34min - Atualizada em 11/10/2020 às 06h34min

Ibaneis: “Não podemos trocar a população do DF pelos sindicalistas da CEB”

Governador mais uma vez se colocou favorável à privatização da estatal, que deve ocorrer nos próximos dias. Servidores protestaram

O governador Ibaneis Rocha esteve no Sol Nascente na manhã deste sábado (10) para assinar o decreto que institui o programa Energia Legal no DF. Trata-se de uma medida que visa levar energia para regiões irregulares ou em processo de regularização.

Durante a solenidade, Ibaneis se deparou com faixas de “Diga não à privatização”. Servidores protestam contra a terceirização dos serviços da Companhia Energética de Brasília (CEB), que está perto de ser oficializada. O governador considera normal os protestos, mas criticou os trabalhadores.

“Temos um grupo de 400 a 500 servidores que acham que têm de se apropriar e a empresa é deles”, afirmou. “Temos uma dívida de mais de R$ 800 milhões, a CEB estava prestes a perder a concessão e eles iriam perder os seus empregos de qualquer maneira”, prosseguiu o governador.

Ibaneis explicou que os servidores não deverão perder os empregos após a privatização. “Nessa sexta-feira (9/10), foi aprovada a criação da CEB Serviços, na qual boa parte desses trabalhadores poderá ser absorvida. Aqueles que não quiserem ficar na empresa nova serão colocados para fora e irão procurar outras atividades. O que não podemos é trocar a população do DF pelos sindicalistas da CEB”, declarou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »