07/01/2021 às 05h45min - Atualizada em 07/01/2021 às 05h45min

A ÚLTIMA CARTADA DE DAVI ALCALHEIROS

MAJOR - BRIGADEIRO JAIME RODRIGUES SANCHEZ
MAJOR-BRIGADEIRO JAIME RODRIGUES SANCHEZ

 

“504 GUARDIÕES DA NAÇÃO”

 

O Brasil virou bagunça e a sociedade está refém de autoridades corrompidas, na figura de parlamentares criminosos e rábulas travestidos de eminências pardas togadas.
 

Os primeiros, levados ao Congresso por herança familiar ou eleitos por analfabetos políticos comprados por dentaduras, sandálias havaianas e esmolas apelidadas de bolsa-tudo; os segundos, escolhidos a dedo por Presidentes inescrupulosos que, além de praticarem o peculato e crimes de toda natureza, arquitetaram um sistema diabólico, estrategicamente planejado para instalar e perpetuar no Brasil o comunismo que já se espraiava pela América Latina, apoiados por uma imprensa marrom subornada por concessões fraudulentas, subsídios escandalosos e sonegação fiscal consentida.
 

Todos ungidos com poder onipotente, concedido por uma Constituição Federal feita sob medida para perenizar as falcatruas institucionalizadas e garantir a impunidade dos seus criadores.
 

Como parte da estratégia de destruir o Brasil para impedir o projeto Bolsonaro de reconstrução do País e propiciar a volta da quadrilha esquerdopata, o Presidente do Covil de Ali Babá, “Davi Alcalheiros”, simplesmente jogou na latrina 59 pedidos de impeachment contra seus cúmplices da Suprema Casa da Mãe Joana, apesar de estar nos estertores de um mandato que lhe foi outorgado por seus pares, especificamente para servirem-se de sua incapacidade e insignificância política com fins corporativistas e abomináveis.
 

Durante os governos militares, tivemos na presidência daquela Casa Senadores do porte de Petrônio Portella, Magalhães Pinto e Jarbas Passarinho. 
 

Já após o que a esquerda e a mídia cooptada chamam de “redemocratização”, assumiram a presidência políticos da laia de José Sarney (3 mandatos), Jader Barbalho, Edison Lobão, Renan Calheiros (3 mandatos), Garibaldi Alves, Eunício de Oliveira, entre outros, todos denunciados na lava-jato por crimes de lesa-pátria.
 

Do outro lado, os morcegos virulentos fazem sua parte promovendo prescrições de penas a rodo, libertação de criminosos e traficantes, criando obstáculos aos projetos de governo, obsequiando regalias aos poderosos e exercendo repressão severa aos opositores.
 

Enquanto grandes criminosos condenados por diversos crimes contra a Nação fazem política abertamente no Brasil e no exterior, visitam o Papa, passeiam em Paris e festejam réveillon em Cuba, autorizados por seus vassalos; e outros sequer são julgados, apesar da gravidade e da quantidade dos crimes cometidos, um jornalista que ousa denunciar falcatruas dos todo-poderosos das capas pretas é preso por descumprir prisão domiciliar decretada no bojo de inquéritos ilegais e autoritários, sob alegação de produzir fake news e participar de manifestações supostamente antidemocráticas e acaba tendo o mesmo destino de muitas outras vítimas que atreveram-se a desafiar o sistema, ferindo-se ao cair da privada, e corre o risco de ficar paraplégico.
 

Antidemocrático, “Excelências”, é fechar jornais, perseguir jornalistas, arvorar-se de legislador para prorrogar lei à revelia do Congresso, atropelar o Poder Executivo para impedir nomeações legais, transferir suas atribuições constitucionais aos estados e municípios e mais uma infinidade de atos tiranos emitidos sistematicamente de forma monocrática ou por colegiado.
 

Enquanto as autoridades que têm por obrigação constitucional executar a faxina nos Poderes corrompidos e apodrecidos nada fazem, de parte a parte, para não se tornarem réus do processo, o Executivo permanece inerte, agrilhoado por interpretações puritanas de uma Constituição falida, que já não faz sentido pela desmoralização de suas cláusulas pétreas, promovida pelos seus autores e seus guardiões.
 

O Brasil sonha com um verdadeiro “ACABOU, PORRA!”, para devolver o orgulho de ser brasileiro e a dignidade aos verdadeiros destinatários da Carta Magna, de onde deveria emanar o Poder. 

BRASIL ACIMA DE TUDO, DEUS ACIMA DE TODOS


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego