29/03/2021 às 09h09min - Atualizada em 29/03/2021 às 09h09min

Coreia do Norte acusa ONU de 'dois pesos e duas medidas' sobre mísseis

O país está sujeito a sanções do Concelho de Segurança que proíbem programas nucleares e balísticos

AGÊNCIA FRANCE PRESSE.
Às vésperas de uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para discutir o lançamento de mísseis norte-coreanos, a Coreia do Norte acusou o órgão, nesta segunda-feira (29/3), de aplicar "dois pesos e duas medidas", a depender do país que dispara os projéteis.
 

"Muitos outros países disparam todo o tipo de projéteis", afirmou Yo Shol-su, do Ministério norte-coreano das Relações Exteriores, citado pela agência de notícias oficial KCNA, afirmando que a política de "dois pesos e duas medidas" do Conselho de Segurança "apenas agravará" a situação.

Na semana passada, a Coreia do Norte disparou dois mísseis que, segundo os os Estados Unidos, eram mísseis balísticos de curto alcance. Várias resoluções da ONU proíbem Pyongyang de adotar ações desta natureza.

O país está sujeito a várias sanções do Conselho de Segurança por seus programas nucleares e balísticos, que estão proibidos.

Foi a primeira vez que a Coreia do Norte colocou à prova o governo do democrata Joe Biden. O novo presidente americano está revendo a política que seguirá nas relações com este país asiático, depois que o ex-presidente Donald Trump optou, durante seu mandato, por estender a mão para suas autoridades.

Biden já alertou as autoridades de Pyongyang que haverá "respostas se (as autoridades norte-coreanas) optarem por uma escalada".

Os membros europeus do Conselho de Segurança pediram uma reunião urgente sobre este assunto, a ser realizada nesta terça-feira (30/3).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego