06/04/2021 às 10h05min - Atualizada em 06/04/2021 às 10h05min

​Mulher é presa pela Lei de Stalking sancionada na semana passada

Zuleika lopes
Blog da Zuleika

 
Policiais da 38ª DP deflagraram a OPERAÇÃO MAU VIZINHO 2, na tarde da última segunda-feira, e prenderam em flagrante uma mulher de 55 anos que, há cerca de 14 anos, de forma reiterada, perseguia um casal de vizinhos, praticando contra eles atos de injúria e atos que perturbavam a sua liberdade e privacidade.

Segundo apurado, o casal de vítimas, de 47 e 39 anos, passou a ser perseguido pela autora após iniciarem a construção de uma casa ao lado do muro de sua residência.

A partir de então, a autora passou a ofender o homem do casal, chamando-o de burro por ter feito a casa daquela maneira. As ofensas e as perturbações passaram a ser constantes, ocasião em que a autora chamava o homem do casal de viado, gigolô, vagabundo, entre outros impropérios.

Progredindo na escala criminosa, a autora, passou a subir em uma escada, que havia encostado no muro que divide os imóveis, e passou a ofender o casal e, entre as injúrias proferidas, afirmou que o seu vizinho era um preto de alma preta. Em outra ocasião, as vítimas acordaram novamente com os xingamentos da autora e, ao saírem no quintal verificaram que ela havia jogado diversas coisas dentro de sua piscina, tais como absorvente, papel higiênico, embalagem de marmita, caixa de sapato, fezes e areia

Na tarde da segunda-feira (05), o casal voltou a ser incomodado pela autora, a qual subiu novamente na escada colocada no muro que divide as residências e passou a dizer que eles estavam ”roubando” água e que a água estava vazando para o lado dela tendo ainda os ofendido com diversos xingamentos, entre os quais de ”crentes safados”.

Ao tomarem conhecimento dos fatos, os policiais da 38ª DP foram até o endereço das partes (situado em Vicente Pires) e as conduziram para a delegacia, tendo a autora sido presa em flagrante delito pelos crimes de injuria preconceituosa e perseguição (stalking). Somadas as penas alcançam os 5 anos de prisão. Após o encerramento do procedimento flagrancial, a autora foi conduzida para a carceragem da DCCP, onde ficará à disposição da justiça
 
*Com informações da 38ªDP
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego