14/04/2021 às 07h01min - Atualizada em 14/04/2021 às 07h01min

As sandálias de Santa Maria nos pés da Europa. A empresa Koc Pitt está instalada no pólo JK

Por Samanta Sallum
Carta Capital
Fica no Distrito Federal a terceira maior fábrica de sandálias de borracha do Brasil. A indústria gera 150 empregos diretos e 100 indiretos. Está hoje instalada no Polo JK. Mas começou no fundo de quintal de uma residência em Santa Maria há 19 anos. As sandálias Koc Pitt são exportadas para muitos países, especialmente da Europa. Também são vendidas em quase todos os estados do Brasil. Têm destaque especial no Centro-Oeste, com 12% do mercado.
 
Mercosul
 
São produzidos por dia 12 mil pares de sandálias na fábrica. Já se chegou a 18 mil por dia antes da pandemia, porém a unidade fabril tem uma capacidade instalada para 50 mil pares por dia a marca está pronta para voar alto. A fábrica exporta muito também para o Mercosul.
 
Nas redes de atacado
 
O cearense Jeová Souza da Silva, 48 anos, criou as sandálias Koc Pitt. Chegou em Brasília em 1989. Trabalhou como balconista em sapatarias, chegou a ser representante de vendas de um fabricante de chinelos de dedo de São Paulo até que decidiu ele mesmo fabricar as sandálias.
 
Com a pandemia, as exportações foram um pouco reduzidas. “No verão europeu passado até conseguimos vender bem, este ano está mais complicado. Porém estamos com boas perspectivas de ampliar nosso mercado no Brasil. Estamos negociando com grande redes de atacado”, conta Jeová.
 
Insegurança jurídica
 
O empresário faz questão de valorizar o produto feito no DF e lamenta que alguns empresários locais acabem deixando a capital federal para se instalar em regiões vizinhas. “Há uma insegurança jurídica aqui que nos prejudica. Os governos criam benefícios para estimular a produção local , mas depois o Ministério Público e o Judiciário consideram ilegais e nós que temos de pagar a conta . Eu fiz muito esforço para permanecer aqui , pois valorizo minha região “, conta Jeová.
 
Fibra promove Semana da Empresa Exportadora no DF
 
A desvalorização do real diante do dólar é um grande incentivo para a busca por mercados fora do Brasil. Mas exportar é uma estratégia que deve ser muito bem planejada, aponta a Federação das Indústrias do DF (Fibra). Para impulsionar os produtos locais no mercado internacional, como as sandálias Koc Pitt, será realizada até sexta-feira a Semana da Empresa Exportadora.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego