29/05/2021 às 12h40min - Atualizada em 29/05/2021 às 12h40min

Presbítero Francisco das Chagas parte para a Glória

Vital Furtado
Correio de Santa Maria
A partida de um irmão do meio dos viventes, entre outros aspectos, é a interrupção de um forte laço de união e convivência espiritual, melhor dizendo; o fim de uma conexão que se manteve por muito tempo na obra de Deus
.
Não questiono aqui a vontade de Deus, porém, fico apreensivo em ver um homem cheio de vida e intensa vontade de viver nos deixar tão repentinamente. Mas, como diz a palavra de Deus em Provérbios 16; 3,1 “O CORAÇÃO DO HOMEM FAZ PLANOS, MAS A RESPOSTA CERTA VEM DA BOCA DE DEUS”. Mesmo com essa certeza, a partida do irmão Francisco me deixa um misto de emoções e sentimentos muito doloridos.
 
Além da grande tristeza, creio que assim como eu, os irmãos em Cristo que amavam em Cristo o irmão Francisco (foto principal), sentiremos o mesmo grau de tristeza, um vazio inexplicável, porém, a certeza que nos veremos naquele grande dia do Senhor.
 
Enquanto estivemos juntos, sejam nos cultos, na construção do templo, as lembranças de tudo que vivemos juntos se misturam com uma incisiva pergunta. “Afinal, por que ele partiu tão cedo nos deixando essa lacuna que jamais será preenchida?
 
Amados, nos juntemos em orações em favor da irmã Dulcinéia que carinhosamente chamava seu amado de “Chico” e de sua filha Suélen, único fruto dessa união repleta de amor e cumplicidade vivida anos e anos na presença do senhor. Elas precisarão de nossas orações. Pois, quem perde um ente querido tão próximo tem a sensação de que vai passar o resto da vida só e vivenciando suas próprias reflexões.
 
Revelo aqui que, faz uns 15 dias que fiquei sabendo que meu amigo e irmão em Cristo Francisco estava internado. A notícia de seu falecimento foi para mim como um choque, no qual me levou a refletir sua despedida como o momento mais doloroso para a família e os amigos que amavam o Chico como ele era. O Chico de mensagens duras, porém dentro da Palavra de Deus e sem passar a mão na cabeça de ninguém, aliás, um verdadeiro defensor da verdade e da reverência ao nosso Deus.
Francisco  ao meu lado, por ocasião do meu aniversário em 2015
 
Em Ecliastes 7: 2,4, a Palavra de Deus nos adverte da seguinte forma: “É melhor ir a uma casa onde há luto do que a uma casa em festa”. Sabedores que somos a cerca da vontade de Deus, Francisco foi para o seio de Abraão. E nos que ficamos aqui por mais algum tempo, vamos nos lembrar desse amado e de todas as ocasiões especiais que passamos juntos, como; aniversários, casamentos, festas nas congregações, construções dos templos, brincadeiras e estudos da Palavra de Deus, sem nos esquecer também dos momentos difíceis que passamos, a troca de confidências, o compartilhamento de conselhos, enfim, fatos que nos fizeram amadurecer juntos. Até as raras discordâncias, agora podem trazer conforto.
 
Meu amado irmão, por enquanto repousas no seio de Abraão. Mas, muito em breve, Jesus te receberá em sua Glória na nova Jerusalém.
 
Vá em paz meu irmão.
 
Homenagem do seu irmão em Cristo, Vital Furtado
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego