05/06/2021 às 20h38min - Atualizada em 05/06/2021 às 20h38min

QUANDO O CURRÍCULO NÃO CONTA

MAJOR - BRIGADEIRO JAIME RODRIGUES SANCHEZ
MAJOR-BRIGADEIRO JAIME RODRIGUES SANCHEZ

504 GUARDIÕES DA AERONÁUTICA

 

Somente uma Instituição podre como o Congresso Nacional poderia escolher um grupo de parlamentares execrados nacionalmente para compor uma comissão destinada a investigar malfeitos e roubalheiras.

Suas Excelências foram cirúrgicas (sem trocadilho) na sua escolha: para presidente, um acusado de roubar recursos da saúde; para relator, o maior denunciado por corrupção da história do Covil de Ali Babá, tendo, ainda por cima, a incumbência de poder vir a investigar o próprio filho; nas demais posições, o Drácula, o Jacaré, o Cavanhaque, o Cerrado, todos amigos da Odebrecht, acompanhados de vários outros meliantes não menos implicados com a justiça.

Em seu teatro pré-fabricado, desde os primeiros atos, os inquisidores dão provas cabais dos objetivos viciados da CPI, com declarações inequívocas de sua total parcialidade.

Aziz: “Para quem dizia que a CPI não daria em nada, já identificamos o gabinete paralelo e a recusa de vacinas”.

O relator comparou o comportamento de autoridades e ex-membros do governo federal nos depoimentos à Comissão com o Tribunal de Nuremberg, onde os nazistas negavam seus crimes

O Vice-presidente da CPI disse que o impeachment será uma consequência do relatório final e apresentou requerimento para o depoimento do Presidente da República.

Para bandidos que tinham em seu “gabinete do roubo” donos de empreiteiras, ministros corruptos, esposas “sócias” e doleiros, é um crime o Presidente aconselhar-se com médicos e cientistas renomados para enfrentar uma pandemia.

No entanto, o que mais impressiona nesse circo da morte é o conhecimento técnico desses verdadeiros “cientistas de internet” e a truculência com que reagem às respostas que não se enquadram no modelo do relatório pré-fabricado.

É inaceitável ouvir o DOUTOR AZIZ dizer: “não escutem o que ELA está dizendo” “A senhora está omitindo informações e voltará na condição de convocada”.

“ELA” possui um longo e valioso currículo.

·       É formada em medicina na USP. 

·       Realizou cursos na Alemanha e Suíça sobre a visão humanística do Paciente e seus familiares.

·       Participou de reuniões em Nova York, com cientistas do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, que resultaram na Tese de Mestrado defendida na Disciplina de Imunologia do HCFMUSP, sobre aspectos da Imunologia de Tumores.

·       Realizou experimentos no MD Anderson Câncer Center em Houston.

·       Defendeu a tese de Doutorado na Disciplina de Pneumologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

·       Possui o título de Médica Cancerologista com área de atuação em Oncologia Clínica pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Cancerologia, de onde foi diretora.

·       É Cientista Senior do Instituto de Prevenção e Pesquisa e cofundadora da World Cancer Alliance sediado em Lyon.

·       É Diretora Presidente do Instituto Avanços em Medicina, Diretora Presidente do Instituto Nise Yamaguchi e médica voluntária do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

·       É médica do Hospital Israelita Albert Einstein, onde participa do desenvolvimento científico e reuniões clínicas, com foco em assistência e educação médica continuada.

·       É Diretora de Relações Institucionais da Associação Brasileira de Mulheres Médicas do Estado de São Paulo e do Brasil.  Ministrou aulas sobre Medicina Personalizada do Câncer no Curso de Pesquisa Clínica da Harvard Medical School.

·       Editou dois livros com um grupo de pesquisadores: State of Oncology 2013 e o Breast Cancer Report 2012.

·       Foi laureada com inúmeros prêmios, destacando-se entre os mais recentes o Prêmio Latino-Americano - Cidade do México- Reconhecimento como fundadora das Conferências Latino-Americanas sobre Câncer de Pulmão e o Prêmio International Prevention and Research Institute recognition Award – Lyon-France), na reunião dos Diretores dos Institutos Nacionais de Câncer devido à Prevenção e Pesquisa, com foco na implementação pública e nas disparidades regionais.

O “DOUTOR AZIZ”, nem tanto.

·       É uma figura grotesca e mal-educada.

·       É bacharel em engenharia civil na Universidade Federal do Amazonas.

·       A única coisa que construiu na vida foi a magnânima carreira política, que iniciou logo aos 33 anos como vereador e deputado estadual no Amazonas, na qual acumulou diversas façanhas memoráveis em sua vitoriosa trajetória. 

·       Carrega uma acusação de desvio de recursos da saúde, quando permaneceu em liberdade devido ao foro privilegiado, mas teve esposa e irmãos presos.

·       Tem em sua folha corrida, segundo consta na edição de o Globo, de 4 de 11 de 2011, investigação em uma CPI, em 2004, sobre exploração sexual, onde consta que teria “feito programa com uma adolescente de 15 anos, em 2003, quando era vice-governador. Ele nega”. 

Será que o presidente da comissão o chamou de mentiroso?

BRASIL ACIMA DE TUDO, DEUS ACIMA DE TODOS


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego