14/06/2021 às 08h44min - Atualizada em 14/06/2021 às 08h44min

Vídeo: PCDF apreende 900 quilos de maconha avaliados em R$ 1,2 milhão

Investigadores da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) ainda prenderam o traficante que distribuiria a maconha para bocas de fumo no DF

Investigadores da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) fizeram a apreensão de 900 quilos de maconha, a maior do ano, durante operação desencadeada às margens da rodovia BR-060, próximo a região de Ceilândia. Durante a ação, o traficante alvo do cerco policial tentou fugir com o carro abarrotado com tijolos da droga. A apreensão foi avaliada em R$ 1,2 milhão.

A perseguição ocorreu na noite da última sexta-feira (11/6), mas o resultado foi divulgado nesta segunda (14/6), pela PCDF. Nas imagens registradas por policiais civis é possível ver quando o suspeito percebe que está sendo seguido por viaturas descaracterizada e acelera um Bravo Vermelho, onde estava o carregamento da droga.

Durante cinco minutos, o suspeito tenta escapar das equipe saltando sobre quebra-molas e fazendo manobras arriscadas pelas ruas. Cercado, o suspeito bate o carro
 (veja vídeo) e termina preso em flagrante. De acordo com as investigações, o traficante seria o responsável por abastecer diversos pequenos traficantes e bocas de fumo nas cidades de Ceilândia e Samambaia.
 

Além da última apreensão, que gerou um prejuízo de R$ 1,2 milhão para o tráfico de drogas, a Cord deflagrou ações que provocaram um duro golpe nas finanças das organizações criminosas. Nos últimos 15 dias, os policiais apreenderam 10 quilos de cocaína peruana e mais de 60 quilos de skunk, uma versão mais poderosa da maconha.

Ainda foi apreendido cerca de 500 quilos de maconha em outras ações. “Ao todo , o prejuízo gerado ao tráfico de drogas pode ultrapassar a cifra de R$ 2,5 milhões”, afirmou o diretor da Cord, delegado Rogério Rezende.

 

Também na sexta, a Polícia Militar do Distrito Federal realizou a apreensão de 833 quilos de maconha localizados no Paranoá, Segundo a corporação, a droga era de origem do estado de Minas Gerais, passou por Cristalina (GO) e tinha como destino final uma chácara da região onde foi encontrada.

Uma parte da maconha estava no compartimento traseiro de um veículo e o restante na chácara. Na ocasião, duas pessoas acabaram autuadas. Com elas, os policiais encontraram três armas de fogo de longo alcance, uma balança de precisão e uma prensa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego