25/04/2017 às 06h53min - Atualizada em 25/04/2017 às 06h53min

Força Tarefa pega mais um na corrupção da Petrobras

Notibras

O advogado James Walker, que defende o ex-gerente executivo de engenharia da Petrobras Roberto Gonçalves, denunciado nesta segunda-feira, 24, disse que a decisão “já era esperada”. Nesta segunda-feira, o juiz federal Sérgio Moro aceitou mais uma denúncia da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Gonçalves e outros quatro executivos da Odebrecht e da UTC são acusados de atos de corrupção praticados para garantir a celebração de dois contratos firmados pelos consórcios Pipe Rack e TUC, integrados pelas duas empresas, com a Petrobras para a construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). “Estamos esperando o prazo se iniciar para, a partir da notificação, apresentarmos a defesa”, diz Walker.

As investigações apontaram que Gonçalves, sucessor de Pedro Barusco na gerência executiva de Engenharia da Petrobras, teria recebido propina das empreiteiras para beneficiá-las nos contratos do Comperj, mesmo depois dos executivos já terem sido condenados, no âmbito da operação Lava Jato, pela corrupção dos funcionários públicos Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Pedro Barusco.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego