19/07/2021 às 19h21min - Atualizada em 19/07/2021 às 19h21min

MAU AGOURO !

O FANTASMA DA TROCA DE ADMINISTRADOR REGIONAL VOLTA A ASSOMBRAR SANTA MARIA.

Correio de Santa Maria
Não quero aqui dizer que venho dar uma parcela de contribuição para que Marileide Romão continue no cargo de Administradora Regional de Santa Maria até dezembro de 2022. Longe de minha pessoa me intrometer em terra estranha. Digo terra estranha, porque nada tenho a ver com a gestão de Jaqueline Silva, deputada distrital e responsável pela indicação de Marileide para o Executivo Regional.

Mas, como formador de opinião e sempre querendo o melhor para a cidade, sem querer entrar no mérito meramente político creio que a essa altura do campeonato, uma troca de gestor seria o mesmo que tentar explicar o inexplicável. Até porque, não há motivos, para que a atual administradora seja substituída por quem quer que seja.

Ainda no meu entender, o maior erro de Sandro (quem manda e desmanda no mandato de Jaqueline), foi o de não ter efetivado Erivaldo Alves no cargo, até porque, o ex administrador gozava na época de total credibilidade e popularidade junto à comunidade Santamariense.

Não se sabe até hoje se a troca foi motivada por alguma insatisfação quanto à pessoa de Erivaldo, ciúmes de sua maneira calada de administrar, se foi acordo firmado com Marileide durante a campanha ou se foi motivado por um PINGÃO INGERIDO POR Sandro, e que depois de degustado ter alterado o seu poder de decisão quanto à troca fora de tempo.

O certo é que, após a nomeação de Marileide Romão para o cargo, com pouco tempo a gestora foi afastada retornando alguns meses depois por decisão única do governador Ibaneis Rocha. Mas, no frigir dos ovos, mais acordos foram firmados só que, na versão do “ESTOU AQUI APENAS PARA SOMAR”, sem convencer àqueles que enxergam lá na frente com a percepção de que muitos destes “colaboradores” trazem consigo o FANTASMA DA TROCA DE ADMINISTRADOR”, que além de assustar o titular da cadeira, gera insatisfação e animosidade com lideranças sérias, supostas lideranças e até mesmo com a população de um modo geral.

Se não me falha a memória, em duas ocasiões, nossa amiga Marileide escapou “FEDENDO” de não ter sido tirada do cargo para a efetivação de um postulante recém chegado no grupo e que veio “SOMENTE PARA SOMAR”, porque este que vos escreve, pensando que “ia ajudar” o futuro nomeado, noticiou o fato em seu site, porém, surtiu efeito contrário. Ou seja; gerou revolta total nos atores políticos locais, pois a comunidade, efetivamente está execrada de participar de qualquer escolha por parte desse grupo que se diz da cidade.

Na semana que se passou, novos rumores de insatisfação voltaram à pauta e a tiracolo estava também o ‘FANTASMA DA TROCA DE ADMINISTRAOR”, o que neste momento é péssimo para a cidade, para a população, para a continuidade das obras que estão acontecendo, e mais ainda para a própria deputada distrital Jaqueline Silva, já que seu mandato não tem mais aquele primeiro amor e anda carente de aceitação e credibilidade.
 
Vale lembrar ao Sandro Sérgio, marido da distrital Jaqueline Silva que, essa assombração do FANTASMA DA TROCA DE ADMINISTRADOR só vem obter repercussão folclórica sobre o mandato de sua esposa, principalmente, quando meia dúzia de bajuladores que lutam para continuar no cargo dizem que a “A DEPUTADA, ESTÁ POLITICAMENTE  MUITO BEM NA CIDADE”. Não quero aqui ser juiz de ninguém, mas, as coisas não caminham tão bem assim.

Acho até que parte do grupo tenta agir de forma sobrenatural ou o sobrenormal quando pregam uma grande popularidade e aceitação do tal mandato, com o único objetivo de atrair a atenção de pessoas que não acompanham o dia a dia da cidade, passo a passo.

É certo que muitos se surpreendem quando vos escrevo como forma de alerta que tal coisa está para acontecer. Embora eu seja simplesmente um mortal Jornalista, meu aguçado faro capta ao longe uma assombração vestida de FANTASMA DA TROCA DE ADMINISTRADOR. Não é intuição descabida, muito menos sociologia ou psicologia jornalística. “Porém, há de se considerar a experiência que tenho ao perceber que no segmento político ou cultura administrativa da cidade, nunca esteve  ausente a preocupação dos “ADMINISTRADORES VIVOS” com os FANTASMAS DOS ADMINISTRADORES MORTOS” a espera de uma remota RESSURREIÇÃO.

Deputada dê aí uma travada no seu marido sobre esse assunto de troca de administrador. Não é hora para isso, até porque seria péssimo para o seu mandato nessa altura do campeonato.  Estou aqui lhe advertindo na intenção de auxiliá-la, por meio de minha experiência  e intimidade com Santa Maria, inclusive com casos de assombração.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego